sexta-feira, 3 de julho de 2015

CRÔNICAS DE GUARDA ROUPAS: ROUPA DE SAIR


Já passei pela vida de muitas pessoas. São quase 25 anos e incontáveis encontros, alguns mais breves, outros mais longos, uns que permaneceram. E nesse tempo conheci uma porção de pessoas que dividiam o guarda roupa entre "roupas de trabalhar" e "roupas de sair".

Confesso que nunca entendi direito essa relação. Já que quando saímos de casa para trabalhar, estamos saindo de casa, logo, a roupa é de "sair". Vi muitas pessoas (e ainda vejo) apostando suas melhores fichas poucas vezes na vida: aquele casamento BA DA LA DO, o encontro dos ex alunos do colégio, aquela baladinha esporádica com azamiga.

Parece que é preciso ter "A" ocasião para perder 30 minutos bolando um visual com peças mais legais, ou até mesmo escolher usa-las num dia "comum".

Nunca consegui ser assim. Minhas roupas são a forma não verbal que eu encontro para me expressar todos os dias. É no meu guarda roupa que eu vou encontrar a cada dia que passa um significado para a Vivian, seja a mal humorada, a alegre, a determinada. Então, mesmo que aquele casaco de pelos seja de "sair", eu aposto nele se for simbolizar como me sinto por dentro.

Às vezes tenho a impressão de que os outros esperam algo de extraordinário acontecer, mas, preciso dizer, acontecimentos do gênero só rolam em filmes. Só o fato de acordarmos todos os dias para mais um dia é algo extraordinário, por isso não acho que devemos ter roupas de sair e roupas de trabalhar.

Devemos ter roupas de viver. Claro que algumas daquelas peças no meu guarda roupa não funcionariam num dia de trabalho, como um longo de paetês, ou um hotpant florido, mas o ponto é que se eu pudesse os usaria em plena segunda feira, pois todo dia é um dia para acontecer algo extraordinário: nos sentirmos por fora como somos por dentro.

Libertem-se!


LOOKS NO ESPELHO #8

Se você já acompanha o blog há um tempinho, vai notar que fiz algumas pequenas mudanças, mas foram apenas mudanças estéticas e espero que para melhor!!

Hoje eu trouxe mais alguns looks que usei para trabalhar e ir ao curso e vou falar um pouquinho de cada um deles, começando por essa peça rara abaixo: rara porque tá mega básico. Eu não costumo usar jeans+tshirt básica, mas em alguns dias de muito cansaço ou desânimo (também sou gente, né, também sofro hahahaha) eu não tenho pique para criar nada, então faço o combo basiquinho-descolado-sou-moderninha-trabalho-em-agência e capricho num detalhe, que nesse caso foi o tênis slip on florido: o segredo é parecer tão descolada que fiquei horas para montar um look, quando na verdade eu só estava de saco cheio demais para criar algo mais interessante. :P


Já este look foi num dia de total inspiração! Estava passeando pelo lado feliz da Vila Olímpia e parei com a Je na loja Spot Shoes (já falei dela aqui no blog), eles têm calçados baratinhos e bonitinhos, coisa para usar, enjoar e desapegar, mas às vezes encontro coisas legais por lá, como este Oxford. Já estava querendo um sapatinho de menino para chamar de meu e quando vi, por R$80 não resisti. Para montar esse visual pensei no sapato como ponto de partida e resolvi apostar no óbvio: alfaiataria, cardigã, chapéu. Como é um sapato social e super masculino, para começar preferi não ousar muito e foi este o resultado! O lado bom é que eu não sai toda de preto, afinal sempre que estou em dúvida, uso tudo preto para não errar!

O look a seguir entrou para a lista de favoritos da vida (mas ainda nem repeti!). Usei para ir ao curso e combinei a saia longa transparente, com uma meia-calça grossa, pois estava frio, um cortino despojadão e um cropped de malha, justinho. Para completar o look gótica-grunge-não-sei-meu-estilo eu usei a jaquetinha xadrez. Quem me segue há tempos sabe que ela havia se perdido durante um evento e eu fiquei MUITO triste, pois ela é uma das minhas peças de roupa favoritas. Felizmente ela apareceu um bom tempo depois e em perfeito estado, para a minha alegria e eterna gratidão ao universo <3

Este look foi montado no mesmo dia do look de cima. Vida de dona de casa não é fácil, então eu cheguei da aula, descansei um pouco e depois fui ao mercado, porque precisava comprar um monte de coisas! Optei pela praticidade: legging, coturno, jaqueta e mantinha para segurar o frio. O lance é escolher peças com alguma informação, como a legging estampada e a jaqueta, velha de guerra, bomber com mangas de couro. Dá para ir no mercado e ser estilosa, né? hahahaha

Como já informei antes, não sou a melhor das blogueiras, e não tenho os looks em ordem cronológica, então ai vai mais um look que usei para ir ao curso! Neste dia fomos fazer fotos na Galeria do Rock, então eu precisava estar confortável e discreta. Tempos atrás cismei que queria um All Star novo, lindão, e eu tinha razão em comprar, virou meu novo xodó #1 da minha vida. Nos dias de muito desinteresse fashion é nele que eu vou, nunca fica feio ou desinteressante! Depois disso fiz uma graça com a camiseta de manga raglan, afinal me lembra os tempos de Hard Core :D

No fim do dia fomos ao shopping e como andei, circulei, fui e voltei, tomei uma ducha e montei um novo look, mais maluqueira! Aproveitei a mesma calça, apostei no meu bomber de moletom estilo "colege" e para fazer um estilinho, as Yellow Boots do amor. Eu gosto muito da estética pesada e masculina dessas botas. Acho que combinam muito com meu estilo e, além de tudo, são práticas e podem tomar uma chuvinha que o pé não molha. 



Então foram esses os looks de hoje! Sei que nem sempre são looks com alguma complexidade, ou com muita qualidade fotográfica, mas pelo menos são todos looks reais, do meu dia a dia! Baseados no meu humor, nos meus anseios, objetivos e rotina!

Espero que vocês tenham gostado!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...