quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

MAQUIAGEM DE ÚLTIMA HORA PARA O NATAL


Não! Não é miragem!!! Hoje, dia 23/12, tem tutorial de maquiagem de Natal! Mas não é um tutorial qualquer! Ele foi especialmente pensado nas donas de casa (jovens ou não) que ficam até tarde preparando a ceia e quando vão ver só têm 15 minutos para se arrumarem! Então, trouxe uma proposta de maquiagem super fácil MESMO e um vídeo super curtinho, caso você caia nesse post e esteja com pressa.

A ideia é ser uma maquiagem realmente simples, mas sem perder o glamour e a beleza! Não se desespere, é só fazer cada passo de cada vez que no final fica linda!


Vamos dar o play??


Viram que rápido? Juro que foi o vídeo mais rápido que gravei! O ideal em usar a sombra com cintilância é que ela ajuda o esfumado a espalhar mais rápido e disfarça caso a maquiagem não fique perfeita! Esse é o tipo de beleza que eu faço quando estou atrasada e todo mundo está me esperando para sair, sempre funciona.

E aí, gostaram?


segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

GRATIDÃO



Eu ia publicar uma retrospectiva inflamada, cheia de mágoa e ressentimentos por tudo que aconteceu em 2015. Achei que desferindo palavras, seria capaz de atingir, pelo menos um pouco, aqueles que tanto mal fizeram no ano que acaba.

Porém, nos 45 do segundo tempo, descobri que palavras inflamadas só revelam feridas abertas, e o que eu mais quero nesse momento é que elas cicatrizem e sumam de uma vez por todas. Graças a isso, resolvi jogar o outro texto fora e começar um novo, com outra perspectiva.

Um ano e um mês depois de me mudar para o apê, ainda não finalizei a cortina do segundo quarto, falta pendurar as argolas, uma a uma. Também faltam alguns detalhes no apartamento, como um armário no banheiro e vidros na sacada, mas minha casa se tornou mais minha, mais nossa, do Thiago e eu.

Encontrei no meu lar um templo de paz e descanso, onde me recuperei e recupero de todas as rasteiras que levei em 2015.

Entrei neste ano com uma perda. Meu chefe, líder, herói, seja lá o que for, deixou a agência para travar um novo desafio e me disse "Guria, não consigo te levar para trabalhar comigo, não agora, mas quero que tu fiques foda, que sejas a mais foda no que faz, para que um dia voltemos a trabalhar juntos, sendo os mais fodas juntos". Isso me marcou muito na virada dos anos, pois eu realmente coloquei isso na minha lista de objetivos para 2015: ser cada vez melhor. Porque eu seguiria ele aonde fosse.

Mas a vida é sacana e fode com a gente bem no meio do caminho, não é mesmo? Infelizmente, por um capricho, a minha vida profissional mudou por completo, afinal a pessoa que me colocava para cima e me fez brilhar, tinha ido embora e agora eu precisava reconstruir todo um trajeto que já estava definido.

Minha vida profissional em 2015 teve todas as reviravoltas dignas de uma novela mexicana. Ganhei uma nova chefe, que teve seu brilhantismo minado para a cliente por uma pessoa que nem estava mais entre nós. Depois de alguns meses comendo o pão que o diabo amassou, tive que mudar de chefe de novo e voltei para a equipe que fiz parte por quase um ano e meio e, apesar de todas as diferenças e desentendimentos que possam ter existido, consegui mostrar uma nova Vivian, melhor, mais comprometida, mais companheira ainda, que nunca deixava a peteca cair. Felizmente a vida também pega no colo e faz carinho na cabeça, por isso que o ano foi tão cheio de reviravoltas. Consegui me entender com a minha antiga-nova chefe e hoje vivemos em sintonia, sem meias verdades ou ironias. E isso me deixa feliz, pois nada funciona melhor para mim do que parcerias reais.

Talvez você esteja pensando que eu estive focada apenas na minha vida profissional em 2015, mas não! Acontece que as outras coisas fluíram tão bem, que não sinto o peso de uma vida pessoal ruim nas costas, ou de amizades desfeitas, ou de frustração por não ter feito algo.

Pelo contrário! 2015, o ano dos meus 25 anos, eu fui muito feliz fora da minha vida profissional! Eu voltei a estudar e me especializei em pesquisa de tendências, fiquei mais próxima ainda da minha mãe, ajudei meus sogros no que pude, tive ao meu lado a pessoa mais parceira, compreensiva e amiga que eu poderia ter, estreitei os laços com os amigos, comecei a entender de fato (e assumir) o que eu quero para a minha vida. Viajei para lugares incríveis, adotei uma gata e fui (e sou) muito agradecida pelos momentos bons. Só me lembro de coisas boas quando olho para a vida de 2015.

Mesmo que eu não tenha realizado meus três objetivos para o ano (ser mais saudável, aprender a dirigir e aprender inglês), realizei tantas outras coisas que não me cobro pelo que não fiz!

Agora, bem na reta do final do ano, mais uma grande reviravolta. Meu cliente, a quem atendi por quase dois anos, sempre com educação, respeito e muita dedicação, me deu uma grande rasteira: resolveu sair da agência, sem aviso prévio, concorrência, nem nada. E o pior: vai mudar para agência daquele cara que eu considerava meu herói.

Em alguns momentos fico completamente em paz e devolvo todo esse emaranhado de manipulação, com amor e gratidão, mas confesso que, no meio dos meus 25, ainda sou tomada por lapsos de instabilidade emocional, momentos turvos em que eu quero colocar dedos na cara, palavras na mesa, verdades na vida. 

Acho que esse vai e vem é o que está causando a minha dor de estômago há mais de uma semana, todo esse monte de sentimentos díspares aqui dentro, brigando para me consumir, está de alguma forma me afetando fisicamente. Mas mantenho firme a paz, o amor e gratidão, afinal é só isso que quero ter, então é só isso que posso oferecer, mesmo que para isso eu tenha que ficar alguns dias com a saúde debilitada. Luto para não ser consumida por sentimentos escuros, deixo eles para quem já se deixou invadir pela trevas e ruindade.

Me sinto esgotada neste momento, depois de tantos altos e baixos, mas no fundo, agradecida mesmo. Em 2015 vi o último show da minha banda favorita que acabou e não tive vergonha em chorar de emoção. Vi meu avozinho ser desacreditado pelos médicos por ter um coração grande demais e simplesmente se estabilizar e decidir continuar vivendo no auge dos seus 91 anos, vi minha mãe batalhando dia após dia, minha sogra se reinventar, minha gata crescer, minhas amigas seguindo seus objetivos e eu os apoiei, todos eles, até meu antigo herói. Apoiei cada decisão, apoiei cada novo objetivo, apoiei cada realização e perda, porque, descobri mais uma vez, que essa sou eu: a pessoa que está lá para torcer todos os dias, pelo bem, pelo sucesso, pelo amor, pelas conquistas daqueles que amo.

Então, mesmo que 2015 tenha sido o ano da rasteira na vida profissional, foi um ano de muita alegria em estar viva e querer curtir cada vez mais o tempo que tenho aqui na terra. 

Começo 2016 sem certeza alguma: não sei meu caminho na agência, o que vou fazer, não pensei nos objetivos para o ano, se vou ter emprego ou condições para dar seguimento aos estudos, mas, como no ano passado, me entrego de peito aberto.

E devolvo para todos aqueles que contribuíram para a rasteira um único sentimento: gratidão. Eu não era feliz atendendo o cliente que eu atendia desde o início do ano e mesmo fazendo o melhor trabalho que podia, pedia para que a vontade de Deus fosse feita, e se essa foi a vontade Dele, eu só posso agradecer.

2016, não espero nada de você, mas já agradeço por poder vive-lo.


quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

BASE EUDORA SOUL GO MATTE! COR BEGE


Hoje vou falar de uma base que venho testando há meses e, finalmente, tenho uma opinião formada! É a Base Líquida Soul Go Matte! da Eudora, que é matificante e diz ser oil free, além de ter FPS 15. A minha é na cor "bege" e ela possui um tom mais neutro, então não é tão rosada, nem tão amarela. A base vem nessa embalagem de bisnaga e possui um pump na tampa, para bombear o produto. Ela é bem espessa e assim que aplicamos e vamos espalhando, ela já vai secando. Sempre tenho uma sensação muito forte de que ela está "colando" na minha pele, por ter essa textura mais grossista e firme, o que não é ruim. Dois pumps são o bastante para cobrir minha pele do rosto e pescoço com uma camada fininha, minha preferência para o dia a dia, mas ela permite construir camadas.

A base mate da Eudora possui ao todo 8 tons, se não me engano, que atendem peles bem claras, peles médias e peles negras. Vejam o swatch abaixo:

pele limpa: picada de pernilongo, pintinhas, olheiras
base aplicada: 80% de cobertura com 2 pumps de produto


Vamos às opiniões! A base tem uma boa cobertura, a julgar que eu apliquei pouco produto e espalhei super bem, por preferir um efeito mais natural. Como ela é mais grossinha, se você aplicar demais, pode ficar um pouco artificial, mas ela permite essa construção de camadas, tudo vai depender do efeito que você prefere. Como é possível ver nas imagens, ela cobre um pouco as minhas olheiras, mas não por completo, então continuo precisando usar corretivo. 

Essa é uma das poucas bases que tenho que fica perfeitamente ajustada ao tom da minha pele, as demais, normalmente, possuem alguma característica destoante (ou são rosadas demais, ou ficam claras, brevemente escuras, sempre tem algo). Gosto dela porque não dá para perceber muito que estou de base, por conseguir um efeito tão natural, mas ela não é tão oil free assim.

Depois de algumas horas eu fico com uma sensação muito forte de que meu nariz, queixo e testa estão pingando óleo, com a pele pesada e pegajosa. Minha pele é mista, então acredito que quem tem a pele oleosa deve sofrer mais um pouco que eu. Ela dura de 6 a 7 horas na pele com a cobertura que citei acima. Não sei se dura mais com uma camada mais espessa e o toque é seco logo após a aplicação. O que me ajudou muito a melhorar a sensação de pelo oleosa, foi usar antes um protetor solar com a mesma função oil free.

Isso teve uma diferença notável, já que no final do dia a minha pele estava sequinha e sem brilho. Então ela fica melhor somada à um protetor solar. Também gosto do fato da base não cobrir completamente as minhas pintinhas, sempre acho pintinhas charmosas e peles muito artificiais tiram o efeito de naturalidade e beleza real que esses detalhes conferem.

Acho que numa escala de 1 a 5, a minha nota para essa base é 4, por causa, também do valor R$33,99. Ela é baratinha e com uma qualidade considerável, então acho que merece a nota (gente, produto barato e bom é achado). Só tem o defeito de não ser completamente oil free mesmo, mas tudo bem, já solucionei o problema! 

Alguém aí já testou??


quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

DICAS DE VIAGEM: ITACARÉ - BA (PASSEIO 4 PRAIAS, CACHOEIRA DO TIJUÍPE E PRAINHA)


Conforme o prometido, venho liberar mais um post sobre a minha viagem! Prometo que terminarei o mais rápido o possível! No post e vídeo de hoje eu mostro um pouquinho do passeio que fizemos para conhecer as praias da Engenhoca, Hawaizinho, Camboinha, Itacarézinho, Cachoeira do Tijuípe e a Prainha, considerada uma das praias mais bonitas do país. Então, pega a pipoca e dá um play!


cachoeira do tijuípe
tirei essa foto na hora que nos desgarramos do grupo, um pouco de sombra, obrigada!
praia da engenhoca
prainha
mirante da praia havaizinho
praia da camboinha
praia de itacarézinho
Como eu disse no vídeo, o passeio das 4 praias é bem cansativo, são horas de caminhada no meio de trilhas que em alguns momentos são de boa, em outros são um pouco tensas. Perguntamos mais de uma vez para o nosso guia, o Pequeno, se precisava ir de tênis, mas todas as vezes ele nos disse que não, que eles só pedem para os turistas usarem tênis quando chove. Fizemos todo o passeio de chinelo, mas em alguns momentos eu gostaria de estar de sapato fechado.

Acontece que em alguns momentos andamos por cima de pedras, terreno bem acidentado e o pé escorrega do chinelo, dá uma machucadinha de leve. Mas ok! Um casal com uma criança pequena participou do passeio conosco e eles tiveram um pouco de dificuldade no trajeto, afinal tinham momentos que eles precisavam carregar as bolsas, câmera, atravessar pedra e carregar o filhinho. Então, sim, é possível levar uma criança nesse passeio, mas se prepare para carrega-la em momentos críticos/quando ela cansar. Na cachoeira eu fiquei muito feliz, descansando, mas tive um pouco de medo, já que não sei nadar e era realmente fundo.

Já na Prainha, vale ressaltar que o melhor horário para visitar é de manhãzinha, porque lá só vende frutas, água e cerveja, então na hora que bater a fome, pense que você estará bem longe de qualquer restaurante. Como disse, a trilha é bem cansativa sim, principalmente que o terreno é bem acidentado, com muitas subidas e descidas. Eu achei a prainha linda sim e fiquei feliz com o passeio, porém fiquei acabada, já que logo em seguida nos jogamos em mais uma viagem de horas, para chegar até Barra Grande!

Como gravar é sempre algo livre, sem roteiro, acho sempre que faltam informações, então vamos lá. Quando voltávamos da Prainha, passamos por alguns turistas que estavam a caminho de lá, logo mais à frente encontramos alguns guias, que perguntaram para o Pequeno se ele havia visto aquelas pessoas. Disse ele que elas não quiseram pagar um guia, então tinha mais é que deixar elas se perderem, e isso chamou a minha atenção para um detalhe importantíssimo.

A maioria dos passeios é feita à pé, tirando o transporte até a entrada das trilhas e, apesar de serem trilhas intuitivas, estamos falando de áreas de preservação ambiental, matas fechadas, com animais, insetos, perigos. Além de um inimigo muito forte: a teimosia humana. Quem sempre se perde sabe: a gente coloca na cabeça que é para a esquerda e segue a vida, mas era para pegar a direita. O Pequeno é daqueles guias parceiros, nativo, que sabe tudo da região, prestativo e educado, mas nem todos são assim, então se decidir pegar uma trilha sozinho, tenha certeza do caminho, pois nem todos estão dispostos a ajudar, o que eu acho um absurdo, mas enfim!

Tirando a Praia de Havaizinho, Camboinha e Itacarézinho, todas as outras eram praias para surfistas. Acho que vale à pena conhecer. (Vou falar sobre a alimentação em todos os passeios no próximo post). Se você for ficar mais dias em Itacaré, não pense que não terá mais passeios, pelo contrário! Nós escolheremos os lugares que gostaríamos de visitar e selecionamos o que dava para fazer, por exemplo: existe um passeio que sai de Itacaré que vai até Taipas de Fora, na Península de Maraú, ao lado de Barra Grande. Como íamos passar 4 dias lá, deixamos esse passeio de lado, mas existiam diversas outras coisas para fazer na região, como arvorismo, mergulho em outras cachoeiras e rafting, opções para todos os perfis de turistas.


Bom, acho que já falei bastante, então vou guardar um pouco de dicas para o próximo post :) Espero que estejam gostando!


terça-feira, 8 de dezembro de 2015

LOOKS NO ESPELHO #16

Mais alguns looks para coleção! Vamos lá?


O que eu mais gosto na Forever 21 do shopping Vila Olímpia são as araras de peomoção. Eu sempre encontro bons investimentos por lá e esse vestido foi um deles. Me lembro bem, custava R$90 e tinha 30% de desconto. No final, paguei uns R$60 reais, o que mefez gostar mais ainda dele! Meus looks de preguiça em dias de calor são assim: vestido longo, sem acessórios e uma rasteirinha, prático e descomplicado!


Esse look foi todo pensado em torno da camiseta que, não dá para ver, mas tem um pavão lindo desenhado nas costas. Comprei ela do meu amigo e tatuador, Roger Oliveira, para dar o apoio de sempre! Ela é enorme para mim, mas eu adoro ela, já que é algo feito por uma pessoa que eu gosto muito. Como ela tem a mangla raglan, toda estilosinha, aproveitei para compor um look com skinny preta, creeper (gente, sigo amando intensamente) e jaquetinha bomber. Obviamente, a jaquetinha da coleção da Lala Rudge deu toda a graça no look (essa vocês acertaram mesmo a mão, Riachuelo!). 


Vejam como algumas poucas peças mudam completamente o visual e como as peças podem ser usadas de diversas maneiras no nosso armário! Aqui estou usando a mesma calça, bolsa e jaqueta que usei no look acima, mas uma sapatilha e blusinha mais arrumados mudaram totalmente o significado das peças! 


Esse aqui, tenho de confessar, foi repeteco de um look que já havia usado. Foi no aniveraário da Fê maravilhosa (julho) que tive ideia de usar o vestido listrado (encostado no armário desde de dezembro de 2014!) e fiquei muito feliz com o resultado, tanto que até repeti kkkk Esse vestido tem as costas bem cavadas e é justinho até a altura do joelho, sendo un desafio usa-lo sem ficar mega sexy ou mulher de negócios. Ele foi uma bagatela na época, coisa de R$60 reais, e eu nunca tinha conseguido montar look com ele, até que amarrei uma jaqueta na cintura, vesti uma meia calça e dei uma leve subidinha nele: voilá!


Por fim, esse foi mais um daqueles looks que eu vesri e depois que vi as fotos me perguntei "porque eu vesti essa merda?" HAHAHAHAHAHAHAHA Realmente não gostei do resplvado, alguma coisa não ornou, mas tudo bem, faz parte!


AUTOCONHECIMENTO


Nunca fui a mais bonita da turma. Na infância, a cabeça parecia muito maior do que deveria. Na adolescência, o cabelo desgrenhado e as calças largas não ajudavam muito. Não que eu quisesse afastar os garotos, muito pelo contrário. Mas mais do que querer a sua atenção, eu queria ser eu mesma.

Não usava maquiagem e minhas sobrancelhas eram grossas e sem desenho. E as olheiras então? Um pavor. Não usava brincos e minhas roupas não eram da moda. Eu usava até bermuda do uniforme para ficar na rua de casa. Ainda esses dias, vi uma menina de uns 12 anos com uma sobrancelha tão bem desenhada que eu fiquei me perguntando de onde partiu tanta vaidade.

Aos 12 anos eu ainda brincava de boneca, esconde esconde, escolinha.

Meus dentes sempre foram amarelados, não por falta de cuidado, acho que de genética mesmo. E agora estão piores por conta do café e coca-cola que tomo diariamente. Mas sempre tive sorriso largo e aberto, de quem está sempre disposta e receptiva.

Não tive muitos admiradores na época da escola, longe de mim, eu nunca fui a menina bonita da turma e, felizmente, isso nunca me perturbou, naquela época a minha aparência não importava mesmo.

Porém, mesmo não sendo a mais cuidada ou vaidosa, eu sempre fui parceira. Daquelas que atendiam amiga desesperada às 3 da manhã. Que dava o ombro e o coração para quem precisasse, sem saber que isso era altruísmo ou qualquer coisa do gênero. Eu também sempre me preocupei em mostrar para o mundo a minha personalidade, não sei em que momento que eu cheguei à conclusão de que eu precisava provar que tinha uma. 

Enquanto muitas meninas abanavam seus rabinhos e jogavam seus cabelos para os caras, eu conversava de igual para igual sobre futebol. Ou sobre política (mesmo na minha, então, limitada visão na época). Eu nunca quis me subjugar a eles, sempre quis andar lado a lado. 

Nunca me preocupei em parecer delicada ou indefesa. Por mais mirrada e fraca que eu fosse, peitava qualquer um se estivesse certa daquilo que estava falando.

É. Eu nunca fui a menina ideal da turma, que a mãe adora exibir para as colegas. Mas eu sempre tive coragem de ser eu mesma, seja quem eu fosse naquela época.

Olho para trás e vejo uma menina tão corajosa e sonhadora, que me cobro diariamente a não deixa-la morrer aqui dentro. A vida, não canso de dizer, é para quem tem coragem. E sonhos!


segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

LOOKS NO ESPELHO #15

Lá, no limbo de looks acumulados, peguei todos, de (pasmem) agosto, até outubro e organizei por data (do iphone) e vou começar a liberar um por dia, então perdoem a overdose de foto no espelho que vai ser daqui para frente, ok?


Comprei esse kimoninho numa promo na Riachuelo por, inacreditáveis, R$15! Então fiquei pensando um look para usá-lo, então misturei com jeans e oxford. Acho que ficou ok, mas não foi meu look favorito. Sabe?


Esse aqui eu usei para passar o dia na Galeria do Rock, acontece que esse ano eu fiz uma extensão universitária em Coolhunting (comecei a escrever sobre), e a galeria foi meu objeto de estudo, daí meu grupo e eu passávamos o dia lá, fazendo entrevistas, fotografando! E, me lembro bem, foi um dia de muito calor, então apostei no mix ~delicado~ de estampas, usando a bermudinha floral e camisetinha listrada, mas super discreto, viram?


Já esse look é um dos meus "looks-do-dia-da-preguiça-e-praticidade" que eu sempre uso quando estou com preguiça demais para elaborar algo novo, mas quero parecer minimamente estilosa! kkkkk Bem específica, né? 


Por mais basiquinho que tenha ficado o look acima, foi um dos meus favoritos. Eu sou uma pessoa de estampas e cores, mas a pegada normcore bateu na minha porta e eu ando apostando em algumas produções no estilo minimalista-cool-sou-estilosa-do-lookbook de ser HAHAHAHAHAHA Essa blusinha, vacilei de não ter fotografado, tem um decote lindo nas costas, com o tecido transpassado, e foi adquirida numa das milhares de promos que a Forever 21, do shopping Vila Olímpia, faz (aliás gente, se quiserem comprar forever com preço bom, vem nesse shopping que vale muuuuuuito à pena, sempre tem araras com peças em promoção!). E, me desculpem os fashionistas de plantão, mas all star é sempre cool, sempre foi, sempre será. All star e óculos wayfarer (estilo Rayban) são, para mim, os itens mais cool do universo! 


E nesse look fiz a fofinha, com oxford, calça floral e coletinho jeans. Lembro de me sentir fofa nesse look! HAHAHAHAHAHAHA Um pouco diferente do que eu estou acostumada, mas gostei, e vocês?

Esses foram alguns dos looks! <3


COMO DEIXAR A SOMBRA MAIS PIGMENTADA



Esses tempos a Gaby, amiga de longa data, me marcou num post no Facebook com a seguinte pergunta: "Como eu faço para a minha maquiagem ficar assimmmm?" e a foto mostrava uma maquiagem super vibrante e chamativa. Não tem coisa mais chata do que comprar aquela sombra linda, maravilhosa, passar nos olhos e...ficar uma porcaria!

Mas nem sempre o problema é o produto em si, às vezes precisamos apenas escolher a melhor aplicação para ter uma entrega melhor de cor e durabilidade! Por isso, gravei um vídeo super explicadinho, ensinando a deixar a sombra mais pigmentada com produtos baratos e fáceis de substituir! Vai perder?


Produtos Usados:
Jumbo NYX, na cor Milk
Paleta Naked Urban Decay, cor Buck
Sombra quem disse, berenice?, na cor rosaluz
Sombra quem disse, berenice?, na cor azule
Eyeshadow Base da NYX, na cor Skintone
Batom Tracta Pausa para Feminices, na cor Glinda

Então já sabe, né? Se quiser deixar a sua sombra mais pigmentada, aposte em produtos que façam uma base cremosa, para criar aderência na pele, além também de caprichar nas camadas! Nem sempre o produto é incrível na primeira passada, então use sem dó! Espero que as dicas ajudem!


domingo, 6 de dezembro de 2015

RESENHA: MÁSCARA ESCÂNDALO QUEM DISSE, BERENICE?


Recebi a Máscara Escândalo da quem disse, berenice?, da assessoria da marca (que luxo!) poucos dias antes de sair de férias e comecei a testar imediatamente, para poder fazer uma resenha bem detalhada e sincera!

Vocês sabem que a minha máscara da vida é a Turbo 5.0 da Eudora, e que já estou no (pasmem) 6° tubo! Então fui já pensando "ok, berê, vou te dar uma chance, mas vai ser difícil desbancar a minha turbo amada". 


No primeiro uso, confesso que não me surpreendi, ela ainda estava ralinha e não teve a melhor entrega da vida. Então, por uma semana mesclei a Máscara Escândalo com a Turbo 5.0 e o balaio foi do babado, cílios mega curvados, mega pretinhos e mega alongados, já que as duas máscaras têm como característica definição e alongamento!

Até que, na viagem de férias, esqueci a Turbo e fui obrigada a usar somente a da qdb? kkkkk e foi aí que a coisa mudou de figura, pouco mais de uma semana de uso foi o bastante para a Máscara Escândalo encorpar e ter uma entrega melhor e maior do que no primeiro uso. Como estava na praia, não caprichava tanto no drama dos cílios, porque a gente mal usa maquiagem nesses lugares, então o melhor estava por vir!

Logo que voltei a trabalhar (houve um limbo de quase dez dias sem make, depois que voltei da Bahia, porque fiquei coçando em casa kkkk), resolvi continuar usando somente ela e gente: SÓ AMOR!

Ela é realmente alongadora! Meus cílios são longos, claros e retos, logo, eu sempre procuro: volume, definição e curvatura. Se o produto me oferecer, também, o alongamento, eu vou amar mais ainda. Mesmo a Máscara Escândalo sendo alongadora, ela curva meus cílios e mesmo com muitas camadas, eles não empelotam, ou seja: mais definição. No final, o pessoal faz a pergunta dos sonhos: você está de cílios postiços? E bem faceira eu respondo: Nada, boba! É tudo meu, e da qdb?! HAHAHAHAHAHAHAHA Vejam o swatch:


Só que o mais impressionante aconteceu: a Máscara Escândalo desbancou a Turbo 5.0 da Eudora e eu tenho como provar:


Me liguei disso somente depois que fiquei usando apenas a Máscara Escândalo, ela alonga e curva meus cílios e o melhor: eles não cedem ao longo do dia, ficam lá exibidos, parecendo postiços. O único ponto negativo da máscara é que ela borra um pouco durante a aplicação, graças ao aplicador gordinho, e borra também ao decorrer do dia, mas isso não é um problema para mim, afinal eu não  uso máscara à prova d`água e meus olhos ficam super fechadinhos quando dou risada, logo, é um problema que acontece em mim e não afeta o quanto eu gosto do produto (obs: isso também acontece com as outras máscaras).

O preço da máscara é ok: R$31,90, concorre super com outras máscaras bombadas do mercado, como a Colossal, da Maybelline, e é possível encontra-la nas lojas físicas e online. A Máscara Escândalo conta ainda com duas irmãs: a Máscara Divina e a Máscara Exagerada.

Aliás, recebi um release da assessoria de imprensa do Tietê Plaza Shopping avisando que a quem disse, berenice? de lá já abriu, para meu delírio e infarto do TH <3, então, piritubenses de plantão: corrão para conhecer! Por fim, o saldo foi: acho que vou ter que estocar essa linda, para usar sempre! Berê, manda mais!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...