segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Diário de Viagem: Trancoso - BA - Alimentação e Quadrado à noite

Oi gente!

Hoje eu vou falar mais um pouquinho (finalmente) sobre a minha viagem para Trancoso, na Bahia, em novembro do ano passado Estava devendo o post sobre alimentação e o vlog do Quadrado (centro histórico de Trancoso) e ainda quero falar da pousada que nos hospedamos, que é muito legal. Então, antes tarde do que nunca, vou finalizar esse papo para que você tire todas as suas dúvidas, caso queira ir para Trancoso!

Fiquei enrolando todos os dias da viagem para gravar à noite e mostrar como a cidade é charmosa e romântica e acabei gravando no último dia e saímos um pouco tarde, então o vídeo ficou mega escuro, mas o que vale é a intenção e, como aqui é vida real, pelo menos vocês vão ver como Trancoso é a noite (mega escura) HAHAHAHAHAHA Espero que gostem, lembrem que dá para assistir em HD!


Cantinho Doce:



É um dos principais restaurantes da cidade, de acordo com o cardápio, são 27 anos de história. Agradável, atendimento bom, preço alto. A comida de lá é mesmo muito boa. Pedimos um badejo com farofa de camarão, o acompanhamento era salada e arroz e pedimos uma farofa de banana para experimentar. O maior problema é que pedimos um pouquinho para provar e eles trouxeram uma cumbuca com quase meio quilo de farofa e cobraram por isso à parte, mas já vinha farofa no prato, então quase nem comemos dela. Fiquei frustrada, porque não dava para levar para casa e comer mais tarde. Eles tinham um cantor e cobraram o couvert. Também fiquei frustrada. Sei que é o trabalho do cara, mas ele nem era tão bom. A conta deu R$135, mas eu voltaria lá de novo, sem o cantor.

Canto do Quadrado:



Primeiro fomos na parte de doces desse restaurante, que fica literalmente no canto do Quadrado, experimentamos o doce divino deles, cocada cremosa e brigadeiro de maracujá. Só posso dizer que é uma dessas coisas improváveis da vida, que a gente come e só fica admirado por nunca ter pensado em nada tão gostoso. Depois voltamos lá para comer picanha (porque a gente gosta mesmo), mas a picanha não estava boa, então pedimos o filé mignon. Vinha arroz, farofa de banana e salada de acompanhamento, mas o filé era temperado com abacaxi. Uma daquelas coisas que são estranhas na primeira vez. A comida era boa sim, mas achei que faltou sal na carne e ela podia estar um pouquinho mais quente. Eu amo comida quentinha, parece que satisfaz mais <3 Lá a conta deu uns R$95 reais e o atendimento é uma delícia. As pessoas sentam e conversam e eles têm um telão passando futebol <3 AMOR DEFINE.

Restaurante Ruim:

Esse restaurante fica no caminho da praça e tinha uma placa com vários preços, como o de um lanche para duas pessoas que custava R$28 reais. Como já tínhamos ido em dois restaurantes caros, resolvemos tentar e fomos lá. Pior erro da nossa vida. O lanche tinha tudo para ser delicioso, mas vinha coisa demais: carne, bacon, ovo, queijo, presunto. E era tudo de qualidade baixa, então eu fico enjoada só de lembrar. A conta deu R$40 reais, mas não valeu à pena. A garçonete disse que lá teria samba um pouco mais tarde (era sexta) e no dia seguinte teria rock, então é um opção para quem quiser sair para balada em Trancoso, a cerveja tava geladinha e não é possível que a porção de batatas deles não seja boa, hahahahahaha Então, eu não voltaria lá, mas se você quiser baladinha, lá vai ter!

Bem Te Vi:


Talvez a melhor pizzaria que eu já fui na minha vida. Fica bem perto da pousada Samambaia e é super charmosa, moderna e divertida (como podem ver nas fotos, rsrsrs), as pizzas são super selecionadas e gostosas, aquele tipo que você poderia comer 8 pedaços sozinho de tão boas que são. Nós comemos lá em dois dias e gastamos em média R$45 reais em ambos os dias (ao todo gente!). Cada pizza custa na casa dos R$35 e tem de tudo, das mais tradicionais, até umas mais criativas. A massa é fina, mas pelo que tinha no cardápio, eles faziam uma massa mais macia também. O que eu amei foram os produtos frescos. Era nítido que era tudo de muita qualidade e fresquinho. Ah! Eles têm cerveja trincando, o que sempre me faz voltar <3 Tomamos Itaipava mesmo e estava divina.

Lá No Dom:

Mostrei esse restaurante no vlog, ele fica na rua principal de Trancoso, numa esquina e é bem com cara de verão, cara de açaí (se bem que eu não lembro se tinha açaí lá ou não hahahahaha), sucos naturais, lanches no pão sírio, tudo meio natureba, mas sem deixar de ser gostoso. Comi um lanche de peito de peru e o do Thiago era de frango e é um lanche bem servido, alimenta bem, principalmente se você não costuma jantar arroz e feijão, como nós (pedreiros feelings kkk), cada lanche custava na faixa dos R$15 reais (para menos), com os sucos que tomamos, também saiu na faixa de R$45 reais ao todo um jantarzinho de leve.

Tapioca e Acarajé da Elma:

Gente, para nós esse foi o point de Trancoso HAHAHAHA O que falar dessa barraquinha de tapioca que eu mal conheço, mas já considero pacas? A Tapioca e Acarajé (evangélico) da Elma é uma barraquinha que fica na praça e eles vendem a melhor tapioca da vida, com ingredientes incríveis e deliciosos! O Th comeu acarajé e amou também, mas as tapiocas... Huuuummm Vou voltar lá só por causa delas hahahahahahahaha Cada uma custa na faixa de R$8 reais e é bem servida, passa como jantar fácil. O bom é que tem doce também, então satisfaz muito mesmo. Eles não funcionam de segunda :(

Casa Timbó:



Foi nossa morada nos dias de Praia dos Coqueiros. É um quiosque bem na entrada da praia dos coqueiros, que conta com um ótimo atendimento (daqueles conversadores), tem as espreguiçadeiras e cabaninhas que são um charme só, musiquinha moderna tocando e a comidinha é bem digna. Lá não é tão barato para comer, mas as porções e cervejas são ok e valem pelo ambiente, afinal não quero ficar sentada em cadeira de plástico, né? Quero sombra e cerveja gelada, beijos. HAHAHAHAHAHA Gastamos uns R$80 reais cada dia que ficamos lá (mas sempre pedimos porções que serviam de almoço).

Bar da Praia:



Fomos no Bar da Praia no dia que visitamos a Praia de Caraíva. É nitidamente para pessoas com mais grana, pois era beeeem com cara de luxo (luxo de praia, gente, coisa mais chique) e o cardápio era carinho. Ficamos lá por algumas horinhas, para curtir a praia, comer e descansar. Acho que lá gastamos em média uns R$100 reais, com porção, cerveja, água, água de coco! hahahahaha Acontece que lá estava muito quente e a viagem foi longa, então precisamos hidratar bem e almoçamos lá. Por ser mais phyno, valeu à pena. Caraíva tem uma pegada muito roots, então os lugares são bem distintos. Ou muito alternativos (com desenhos "rupestres" desenhados na parede) ou mais requintados, aqueles restaurantes rústicos porém caros.

Barraquinha do Crepe:

No nosso último dia em Trancoso, uma segunda, a barraquinha da Elma estava fechada, então resolvemos comer na Barraquiha do Crepe Francês (que é montada sempre ao lado da barraquinha da tapioca) e lembro que pedimos crepe de rúcula com mussarela de bufala e uma de 4 queijos. Eu sinceramente, já comi crepes muito melhores. Era bom sim, mas estava muito quente, difícil de comer e um pouco insosso, acho que não gostei porque estava com gosto de tapioca na boca hahahahaha Mas eu preferiria não ter comido, gastamos uns R$25 reais (a Coca sempre comprávamos no mercadinho que tem ali na praça).

Restaurante Aconchego:

O único dia que almoçamos no Quadrado, foi no nosso último dia na cidade. Resolvemos vegetar e ficar na piscina ao invés de descer para a praia. Então na hora da fome saímos para procurar algo aberto e paramos no Aconchego, que é restaurante por quilo. Ele não tem o requinte dos restaurantes do centrinho histórico e é frequentado por nativos (principalmente os que trabalham por ali), mas tem uma comida de forno à lenha que me deu água na boca de lembrar! É agradável, tem Coca ks (de garrafa de vidro) de 1 litro por R$7 reais e o meu prato (servido) deu uns R$14 reais. Não me lembro o valor do quilo, mas para quem quer economizar e comer comida, ali é o lugar certo. Claro que se você subir para a parte da cidade onde os nativos ficam, vai encontrar muitas outras opções de PF, quilo, churrascaria, mas esse está ali do lado das pousadas e é muito limpinho e saboroso. Ainda sofro por ter parado por lá somente no último dia!

Além dessas opções, lá tem restaurante para todos os gostos e para quem gosta de fervo tem barraquinha de bebidas na praça e lugares que são baladinhas. Como a gente estava mais sossegado, não fomos em nenhum, mas tem muita coisa para fazer à noite!

Um comentário:

  1. Pena que você não foi no Terravista Restaurante... fica na praia do Rio da Barra, lá é perfeito para passar o dia, a praia é linda, a comida é perfeita, dá para tomar banho de rio e mar e o visual é lindo! Além disso, se você agendar, é possível fazer um tour pelos campos de golf do Terravista e ver a praia do alto do buraco 14 ;)

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...