sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Diário da Blogueira: Complexa Mulher


Ouvi dizer, desde muito nova, que mulher era um ser complexo. Difícil de decifrar. Quando diz não, quer dizer que sim, que não, que talvez.

Quando diz que não é nada, quer dizer que é tudo. Aprendi na prática que mulher é realmente um ser complexo, daqueles que só sendo mulher para entender mesmo. E olha, tem umas que nem eu mesma entendo.

Mas mulher, em todo o seu grau de complexidade, é mais verdadeira e intensa do que se pode imaginar. Seja de forma velada, em meias palavras, quando uma mulher quer dizer algo sem dizer, até sua forma de escrever muda. Tipo pontos finais quando está furiosa/irritada com algo, mas ainda muito orgulhosa para assumir.

Altos períodos de silêncio quando quer atingir alguém (que normalmente é do sexo oposto). Apesar de ser rigorosamente difícil se manter em silêncio por tanto tempo.

Até mesmo a mulher mais desencanada da face da terra tem lá suas complexidades. Quando uma mulher diz que está gorda é porque se deu conta que descuidou do corpo e tem alguma gordurinha saliente incomodando. Mulheres que estão realmente acima do peso, simplesmente preferem não tocar no assunto, pois pode ser algo realmente doloroso.

Quando a mulher se olha no espelho e diz que está horrível, ela não está necessariamente esperando um elogio. Ela com certeza constatou que tem algo incomodando. Ou uma sobrancelha por fazer, um bigode precisando de depilação (porque sim, mulher tem bigode), uma roupa mal combinada, um cabelo sem corte.

Às vezes é bem superficial. Basta um dia de compras e uma ida no salão de beleza que o problema estará resolvido. Mas não se engane, nem sempre é tão fácil.

Mulher acumula roupa e sapato. É preciso ter opção. Homem reclama que mulher gasta demais, mas tenho plena convicção de que se usássemos a mesma calça a semana inteira ou a mesma roupa para ir em todas as festas, nossos parceiros/amigos/colegas/ficantes reparariam. Eles sempre reparam!

Eles acham que não reparam, mas são tão críticos quanto a "amiga" mais recalcada que temos. A "amiga" pelo menos tem filtro, fala pelas costas para não magoar, já homem, joga na lata o que tá pensando, sem filtro, doa a quem doer. Pior de tudo é que eles têm razão, porém a praticidade dos homens é algo ainda acima da compreensão de um ser tão complexo como a mulher.

Mulher de tão complexa que é, dá dicas em tudo que faz. Falar abertamente é para os fracos. O esquema, mesmo, é deixar tudo subentendido. Role de casal, festa na casa daquela amiga que ele odeia, que tá no vermelho por causa daqueles sapatos maravilhosos e que precisa de ajuda, que esqueceu algo muito importante, tudo dito de forma subliminar. Nunca vi um homem falar tão bem nas entrelinhas como uma mulher. Sexo frágil? Duvido. Mulher é forte, mas faz um charme, apenas para não perder a amizade. Pois mulher faz tudo e não reclama. É mãe, mulher, amiga, filha, dona de casa, profissional. Mulher chega em casa e faz a "janta", lava louça, estende a roupa. Só senta para descansar quando já deixou tudo organizado, pois não espera que alguém faça. Vai e realiza. Mulher só é tão complexa porque dá conta de fazer coisas excepcionais.

Realmente. Mulher é um ser complexo. E inteligente. Mas de tão complexa, pode ser simplesmente o oposto de tudo isso. E sabe porque? Além de complexa, toda mulher é basicamente inexplicável.

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

DIY: Potinhos de Sal Grosso

Quando visitei Trancoso, uma das artesãs locais tinha um potinho de sal grosso, envolto com uma fitinha do Senhor do Bonfim. Gostei muito do enfeite/amuleto, porém ela só tinha um e eu resolvi trazer de presente para a Jessica, que estava precisando muito de proteção, então resolvi reproduzir a ideia de uma maneira mais fofa e divertida!

Para fazer um potinho de sal grosso para proteger seu ambiente e, de quebra, servir de decoração, veja o que você vai precisar:


Eu usei esses potinhos de iogurte que minha colega de trabalho comeu, mas existem potinhos de diversos formatos que você pode comprar! Aqui em SP você encontra todas as opções possíveis e imagináveis na loja A Gaivota, na 25 de março. Como eu não teria tempo/disposição de ir até lá e acredito que os DIY mais legais são aqueles que reaproveitamos o que já temos em casa, resolvi usar os potinhos de iogurte, que são de vidro e super charmosos. Também é preciso um spray branco, sal grosso, um marcador permanente preto, a fitinha do Senhor do Bonfim (mas é opcional) e jornal para forrar! O nível desse DIY é fácil!

Vamos ao passo a passo?

1º - Forro o chão com algumas folhas de jornal, deixo as tampinhas a serem pintadas bem no meio e vou aplicando o spray com pequenos jatos de tinta. O grande segredo na hora de usar spray é aplicar os jatos aos poucos, pois assim ele não vai escorrer e vai secar mais rápido. É só dar leves apertadinhas há uns 15cm de distância. Quanto mais perto, mais vai escorrer, quanto mais longe, mais coisas você vai sujar. Depois de aplicar uma camada, espere secar e se necessário for, aplique uma segunda mão!


2º - Depois de tirar o adesivo e limpar todos os vestígios de cola (usei um demaquilante bifásico, aquela parte "oleosa" dele tira a cola rapidinho, depois é só lavar com detergente) e secar o potinho, marquei um coração no meio do vidro para escrever minha frase. Se você tiver dificuldade para escrever em linha reta, cole uma fita crepe por dentro do pote, ou use uma tira de papel. Com o marcador permanente (o meu é da marca Sharpie e ele é ótimo) eu escrevi a frase "que a inveja passe longe desta casa" em letra cursiva, mas você pode escolher uma frase que lhe agrada mais e optar por letra de forma!


3º - Encho o potinho de sal grosso, mas é importante que ele esteja bem sequinho, para o sal grosso não estragar enquanto estiver no pote!


4º - Depois que a tampinha está seca, eu fecho bem o potinho e faço um laço com a fitinha do Senhor do Bonfim. A dica para ele ficar sempre bonito assim é fazer o laço para o lado oposto que você quer que ele fique! Por exemplo, para a ponta da fita ficar para baixo, eu fiz o laço com o pote de cabeça para baixo. Dessa forma ele fica perfeito e alinhado!


E é assim que ele vai ficar! Além de ser um ótimo amuleto, é super fácil de fazer. Também é super legal combinar frascos diversos, com formas e tamanhos diferentes, vai ficar charmoso e moderno!

Gostaram?

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Diário de Viagem: Trancoso - BA - Alimentação e Quadrado à noite

Oi gente!

Hoje eu vou falar mais um pouquinho (finalmente) sobre a minha viagem para Trancoso, na Bahia, em novembro do ano passado Estava devendo o post sobre alimentação e o vlog do Quadrado (centro histórico de Trancoso) e ainda quero falar da pousada que nos hospedamos, que é muito legal. Então, antes tarde do que nunca, vou finalizar esse papo para que você tire todas as suas dúvidas, caso queira ir para Trancoso!

Fiquei enrolando todos os dias da viagem para gravar à noite e mostrar como a cidade é charmosa e romântica e acabei gravando no último dia e saímos um pouco tarde, então o vídeo ficou mega escuro, mas o que vale é a intenção e, como aqui é vida real, pelo menos vocês vão ver como Trancoso é a noite (mega escura) HAHAHAHAHAHA Espero que gostem, lembrem que dá para assistir em HD!


Cantinho Doce:



É um dos principais restaurantes da cidade, de acordo com o cardápio, são 27 anos de história. Agradável, atendimento bom, preço alto. A comida de lá é mesmo muito boa. Pedimos um badejo com farofa de camarão, o acompanhamento era salada e arroz e pedimos uma farofa de banana para experimentar. O maior problema é que pedimos um pouquinho para provar e eles trouxeram uma cumbuca com quase meio quilo de farofa e cobraram por isso à parte, mas já vinha farofa no prato, então quase nem comemos dela. Fiquei frustrada, porque não dava para levar para casa e comer mais tarde. Eles tinham um cantor e cobraram o couvert. Também fiquei frustrada. Sei que é o trabalho do cara, mas ele nem era tão bom. A conta deu R$135, mas eu voltaria lá de novo, sem o cantor.

Canto do Quadrado:



Primeiro fomos na parte de doces desse restaurante, que fica literalmente no canto do Quadrado, experimentamos o doce divino deles, cocada cremosa e brigadeiro de maracujá. Só posso dizer que é uma dessas coisas improváveis da vida, que a gente come e só fica admirado por nunca ter pensado em nada tão gostoso. Depois voltamos lá para comer picanha (porque a gente gosta mesmo), mas a picanha não estava boa, então pedimos o filé mignon. Vinha arroz, farofa de banana e salada de acompanhamento, mas o filé era temperado com abacaxi. Uma daquelas coisas que são estranhas na primeira vez. A comida era boa sim, mas achei que faltou sal na carne e ela podia estar um pouquinho mais quente. Eu amo comida quentinha, parece que satisfaz mais <3 Lá a conta deu uns R$95 reais e o atendimento é uma delícia. As pessoas sentam e conversam e eles têm um telão passando futebol <3 AMOR DEFINE.

Restaurante Ruim:

Esse restaurante fica no caminho da praça e tinha uma placa com vários preços, como o de um lanche para duas pessoas que custava R$28 reais. Como já tínhamos ido em dois restaurantes caros, resolvemos tentar e fomos lá. Pior erro da nossa vida. O lanche tinha tudo para ser delicioso, mas vinha coisa demais: carne, bacon, ovo, queijo, presunto. E era tudo de qualidade baixa, então eu fico enjoada só de lembrar. A conta deu R$40 reais, mas não valeu à pena. A garçonete disse que lá teria samba um pouco mais tarde (era sexta) e no dia seguinte teria rock, então é um opção para quem quiser sair para balada em Trancoso, a cerveja tava geladinha e não é possível que a porção de batatas deles não seja boa, hahahahahaha Então, eu não voltaria lá, mas se você quiser baladinha, lá vai ter!

Bem Te Vi:


Talvez a melhor pizzaria que eu já fui na minha vida. Fica bem perto da pousada Samambaia e é super charmosa, moderna e divertida (como podem ver nas fotos, rsrsrs), as pizzas são super selecionadas e gostosas, aquele tipo que você poderia comer 8 pedaços sozinho de tão boas que são. Nós comemos lá em dois dias e gastamos em média R$45 reais em ambos os dias (ao todo gente!). Cada pizza custa na casa dos R$35 e tem de tudo, das mais tradicionais, até umas mais criativas. A massa é fina, mas pelo que tinha no cardápio, eles faziam uma massa mais macia também. O que eu amei foram os produtos frescos. Era nítido que era tudo de muita qualidade e fresquinho. Ah! Eles têm cerveja trincando, o que sempre me faz voltar <3 Tomamos Itaipava mesmo e estava divina.

Lá No Dom:

Mostrei esse restaurante no vlog, ele fica na rua principal de Trancoso, numa esquina e é bem com cara de verão, cara de açaí (se bem que eu não lembro se tinha açaí lá ou não hahahahaha), sucos naturais, lanches no pão sírio, tudo meio natureba, mas sem deixar de ser gostoso. Comi um lanche de peito de peru e o do Thiago era de frango e é um lanche bem servido, alimenta bem, principalmente se você não costuma jantar arroz e feijão, como nós (pedreiros feelings kkk), cada lanche custava na faixa dos R$15 reais (para menos), com os sucos que tomamos, também saiu na faixa de R$45 reais ao todo um jantarzinho de leve.

Tapioca e Acarajé da Elma:

Gente, para nós esse foi o point de Trancoso HAHAHAHA O que falar dessa barraquinha de tapioca que eu mal conheço, mas já considero pacas? A Tapioca e Acarajé (evangélico) da Elma é uma barraquinha que fica na praça e eles vendem a melhor tapioca da vida, com ingredientes incríveis e deliciosos! O Th comeu acarajé e amou também, mas as tapiocas... Huuuummm Vou voltar lá só por causa delas hahahahahahahaha Cada uma custa na faixa de R$8 reais e é bem servida, passa como jantar fácil. O bom é que tem doce também, então satisfaz muito mesmo. Eles não funcionam de segunda :(

Casa Timbó:



Foi nossa morada nos dias de Praia dos Coqueiros. É um quiosque bem na entrada da praia dos coqueiros, que conta com um ótimo atendimento (daqueles conversadores), tem as espreguiçadeiras e cabaninhas que são um charme só, musiquinha moderna tocando e a comidinha é bem digna. Lá não é tão barato para comer, mas as porções e cervejas são ok e valem pelo ambiente, afinal não quero ficar sentada em cadeira de plástico, né? Quero sombra e cerveja gelada, beijos. HAHAHAHAHAHA Gastamos uns R$80 reais cada dia que ficamos lá (mas sempre pedimos porções que serviam de almoço).

Bar da Praia:



Fomos no Bar da Praia no dia que visitamos a Praia de Caraíva. É nitidamente para pessoas com mais grana, pois era beeeem com cara de luxo (luxo de praia, gente, coisa mais chique) e o cardápio era carinho. Ficamos lá por algumas horinhas, para curtir a praia, comer e descansar. Acho que lá gastamos em média uns R$100 reais, com porção, cerveja, água, água de coco! hahahahaha Acontece que lá estava muito quente e a viagem foi longa, então precisamos hidratar bem e almoçamos lá. Por ser mais phyno, valeu à pena. Caraíva tem uma pegada muito roots, então os lugares são bem distintos. Ou muito alternativos (com desenhos "rupestres" desenhados na parede) ou mais requintados, aqueles restaurantes rústicos porém caros.

Barraquinha do Crepe:

No nosso último dia em Trancoso, uma segunda, a barraquinha da Elma estava fechada, então resolvemos comer na Barraquiha do Crepe Francês (que é montada sempre ao lado da barraquinha da tapioca) e lembro que pedimos crepe de rúcula com mussarela de bufala e uma de 4 queijos. Eu sinceramente, já comi crepes muito melhores. Era bom sim, mas estava muito quente, difícil de comer e um pouco insosso, acho que não gostei porque estava com gosto de tapioca na boca hahahahaha Mas eu preferiria não ter comido, gastamos uns R$25 reais (a Coca sempre comprávamos no mercadinho que tem ali na praça).

Restaurante Aconchego:

O único dia que almoçamos no Quadrado, foi no nosso último dia na cidade. Resolvemos vegetar e ficar na piscina ao invés de descer para a praia. Então na hora da fome saímos para procurar algo aberto e paramos no Aconchego, que é restaurante por quilo. Ele não tem o requinte dos restaurantes do centrinho histórico e é frequentado por nativos (principalmente os que trabalham por ali), mas tem uma comida de forno à lenha que me deu água na boca de lembrar! É agradável, tem Coca ks (de garrafa de vidro) de 1 litro por R$7 reais e o meu prato (servido) deu uns R$14 reais. Não me lembro o valor do quilo, mas para quem quer economizar e comer comida, ali é o lugar certo. Claro que se você subir para a parte da cidade onde os nativos ficam, vai encontrar muitas outras opções de PF, quilo, churrascaria, mas esse está ali do lado das pousadas e é muito limpinho e saboroso. Ainda sofro por ter parado por lá somente no último dia!

Além dessas opções, lá tem restaurante para todos os gostos e para quem gosta de fervo tem barraquinha de bebidas na praça e lugares que são baladinhas. Como a gente estava mais sossegado, não fomos em nenhum, mas tem muita coisa para fazer à noite!

domingo, 15 de fevereiro de 2015

#ApêDosLindos: Armários feitos com marceneiro

Não! Isso não é uma miragem. Eu finalmente vou atualizar a tag do #ApêDosLindos aqui no blog!
O post de hoje é sobre os meus armários, que mandei fazer com o marceneiro. Gravei um vídeo falando sobre minha experiência e outras coisinhas mais!

Para assistir, é só clicar no play! Lembrando que dá para assistir em HD!


Como eu disse, deixo as fotos de como os armários ficaram. Eu realmente gosto dos meus armários e acho que eles são bons, mas o transtorno que passei com o marceneiro diminuiu um pouco desse amor. O guarda roupas é todo branco e escolhi a madeira estilo "linho" (lembra um tecido) para as portas e como não gosto de bege, optei pelo tom de cinza, que funcionaria muito bem na minha decoração!



A bancada do segundo quarto (que chamamos de Recanto do Guerreiro) vai de ponta a ponta. De um lado ficam as coisas do Thiago, do outro, minha penteadeira. Quando conversamos com o marceneiro, ele explicou que a placa turquesa era bem cara e enorme e que o investimento não ia compensar para uma ou duas portas, então escolhemos usar o turquesa também na bancada, ficou fofo e moderno ao mesmo tempo, sem aquela cara de bancada "adaptada", sabe?


Finalmente, os armários da cozinha.



Apesar do quarto da penteadeira ser nosso ambiente "favorito" no apartamento, o lugar mais bonito é a cozinha aberta com a sala. É bem colorido e vivo, mas moderno. Totalmente a nossa cara. Quando fizemos a planta de layout e o 3D planejamos os armários todos brancos, mas quando o marceneiro me levou o mostruário eu pirei nas placas coloridas. Mesmo as opções em "madeira" são magníficas e é super difícil escolher qual a gente gosta mais! Como disse no vídeo, todos os armários foram feitos em MDF branco e escolhemos a placa de acabamento nas cores Verde Acqua e Branco Diamante, da marca Cristallo, e a placa Linho de uma marca que eu, infelizmente, não lembro mesmo o nome, só a "estampa" rsrsrsrs

Nós que escolhemos quais portas seriam turquesa e a gente optou por não fazer todas as portas para não enjoarmos rápido. O legal é que criou esse efeito divertido e leve ao mesmo tempo. Falei de valores no vídeo, mas esqueci de dizer que as portas de espelho foram à parte, então além dos R$14 mil dos armários, tiveram os R$1200 das portas, que foram feitas sob medida num serralheiro e os espelhos foram coladinhos bem firmes, para não caírem. Elas não levam madeira atrás, pois a madeira por baixo do espelho entorta e os espelhos correm o risco de cair, então eles são encaixados na porta e colados para ficarem firmes na estrutura. Pelo menos nisso o marceneiro pensou!

Não mudaria meus móveis, eu os adoro, acho que são funcionais e são a minha cara, mas acho que foi muito estressante lidar com um marceneiro que já conhecia a família do Thiago, pois ele foi arrogante conosco uma porção de vezes e eu não falei palavrão para ele nenhuma vez em respeito aos pais do TH HAHAHAHA (porque eu falo palavrões. muitos) hahahahahaaha

Ah! Tem uma coisa que preciso dizer para quem vai passar pela montagem dos móveis. Serragem será seu pior pesadelo, não importa a potência do seu aspirador. Nem o quanto tente, você vai demorar muito para acabar com ela de vez (eu mesma ainda não acabei hahaha), mas quando você chega num dia de semana, super cansada, para fazer vistoria e vê que está tudo montadinho, te esperando para mudar, nada disso importa. Nada que um bom dia de faxina geral e a mudança cada vez mais perto não tragam um novo ânimo para a próxima etapa!!

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Maquiagem de Boneca para o Carnaval

Uma pessoa que eu gosto muito me pediu para fazer uma maquiagem para o carnaval bem bonita e diferente usando os produtos da Eudora. Fiquei o final de semana inteiro quebrando a cabeça para descobrir uma maneira de usar as duas paletinhas lindas que tenho da marca, inspiradas no Rio de Janeiro. Como sou brasileira e não desisto nunca, finalmente consegui propor uma maquiagem inspirada no anoitecer, com um degradê diferente e fora do comum!!

Aproveitei para propor dois tipos de finalização para a make, um mais carnavalesco e fantasiado e o outro mais glamuroso e arrasador!


Espero que gostem da sugestão! Dá para assistir em HD!


Vejam mais detalhes nas fotos abaixo:



Segunda sugestão de look: boca coração, a maquiagem fica com cara de boneca, mas sai do óbvio e esperado!


Os produtos usados nessa maquiagem foram:

Skin Perfection Base de Alta Cobertura compacta Eudora
Corretivo Yellow Mary Kay
Corretivo Impecable Cover Eudora
Stay Don't Stray primer Benefit
Profinish pó compacto Make Up For Ever
Bronzer Splendor Eudora
Paleta Por do Sol Soul Radar Rio Eudora
Paleta Noite de Verão Soul Radar Rio Eudora
Sombra marrondito quem disse, berenice?
Sombra marroné quem disse, berenice?
Lápis Sombra Céu Azul Eudora
Lápis preto Toque de natureza
Lápis Jumbo Milk NYX
Máscara Azul Royal Eudora
Máscara Turbo 5.0 Eudora
Batom Nude Autoral Eudora
Glitter Make Up For Ever
Pigmento Dailus Pro #4

Espero que tenham gostado!! Até a próxima <3

Diário da Blogueira: Objetivos e metas

Acho que em toda a minha vida, eu nunca fiz uma lista de objetivos ao virar dos anos. Sempre tive ideias do que eu queria fazer, mas nunca uma lista mesmo, com objetivos e metas para serem cumpridos ao longo do ano.

No final de 2014 tive vontade de ter um propósito comigo mesma em 2015 e decidi que eu iria ser mais saudável, tirar a carteira de motorista e também estudaria inglês! Mas foi logo na primeira semana do ano que eu percebi que eu nada realizaria se eu não começasse a ter metas mensais. Acontece que quando a gente faz lá no réveillon a nossa listinha com 10 objetivos, a gente só diz que quer fazê-los no decorrer do próximo ano, mas não sabe quando ou onde realiza-los.

Por isso decidi ter a cada mês uma pequena lista de coisas para serem feitas. Coisas básicas, mas que sempre vamos postergando por falta de tempo, esquecimento. Essas coisas.

No meu primeiro mês, fiz uma lista fácil, com coisas que eu precisava dar um start agora, pra já!!


De todos os meus objetivos do mês, o único que não consegui cumprir foi ler um livro (justo eu que amo tanto ler). Não vou me autopunir e ter DOIS livros em fevereiro. Não, a lista trata-se de ter organização e atenção com a minha própria vida, então não faz sentido me punir, não é?

Procurei manter isso em "segredo" durante o mês, afinal não preciso de incentivos ou de dedos apontados, quero apenas compartilhar esse meu novo método. Hoje vou escrever os objetivos de fevereiro e lá no final do mês eu venho contar como foi!

Eu sinceramente achei que escrever minhas metas me ajudou a ter mais foco em realiza-las. Eu precisava dar "check" nelas hahahahahahaha é claro que além delas eu tive muitas outras tarefas, mas essas eram as que PRECISAVAM ser realizadas.

Que tal desafiar a si próprio e ver no que dá lá no final do mês?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...