segunda-feira, 26 de maio de 2014

PitadaTV: Maquiagem para Torcer pelo Brasil

Vocês já pararam para pensar que a copa já tá quase ai? E que apesar de todas os problemas que vieram junto com ela (ou que se manifestaram por causa dela), os maiores jogadores de futebol do mundo estarão aqui, na nossa casa?

Eu não sei vocês, mas sou uma grande amante do futebol e agora que a bagaça toda está pronta, eu vou assistir, torcer e vibrar, pois só tem copa de 4 em 4 anos!! E para isso preparei (meio sem querer) uma maquiagem bem vibrante e colorida com as cores da nossa bandeira para quem animar em torcer também!!

Lembrem-se que dá para assistir em HD e que fica MUITO melhor!











Sei que o post ficou enoooorme com tantas imagens, mas gostei tanto, que resolvi colocar mesmo assim, rsrsrs

Os produtos usados foram:
Paleta The Vice 2 da Urban Decay
Paleta Naked 2 da Urban Decay
Aqua Cream #24 da Make Up For Ever
Pigmento Make Up For Ever
Delineador Zuzulino da quem disse, berenice?
Lápis Azuluxo da quem disse, berenice?
Máscara para cílios Smoky Extravagant da Make Up For Ever
Máscara para cílios They're Realy da Benefit

O que vocês acharam do look???

sábado, 17 de maio de 2014

Look do dia: off duty

Sou dessas que quando "gamam" não arredam pé. Fui fazer um job de maquiagem lá nos confins do Tatuapé e enquanto esperava que minha carona chegasse, dei uma volta no shopping e vi essa blusinha da C&A. Até então não tinha nada nesse "dark floral" do momento (só uma regata que nem é tão legal assim) e o preço dessa blusinha gritou meu nome SUPER alto. Como estava só fazendo hora, resolvi não gastar e vazar dali antes que começasse a encontrar mais peças que me interessassem.

Pois mesmo saindo de lá sem a blusinha, resolvi passar numa outra C&A despretensiosamente para ver se tinha uma sobrando para mim. Tinha e ai, com calma, comprei a querida por apenas R$29,90. Achei MUITO barata para o padrão que essas fast-fashions vem oferecendo.

O que mais gostei ela é que os tons me permitem brincar com uma porção de cores e estampas. Já usei com a calça vinho, com camisa xadrez e por ai vai! Acreditem se quiser! E então essa foi uma das melhores compras dos últimos tempos, pois é uma peça que eu olho e logo tenho ideias de como usar!



Para montar esse look não teve muito mistério. Olhei as flores e pensei na calça nova, que estou querendo usar todos os dias. Como queria usar com o creeper, achei melhor apostar na barra dobrada, para mostrar o sapato e não me sentir muito sufocada. Tenho um toque estranho com sapatos e não tentem entender, hahahahahaha

Nos dias de preguiça, a calça colorida ajuda muito a se vestir com o mínimo de dignidade e sem muita complexidade, por isso que sou só amores por essas peças! Se fosse um jeans? Certeza que eu teria ficado "blé", porque não consigo acertar a mão no jeans! Enquanto isso, vou abusando das cores e combinações!

Blusa C&A R$29,90 | Calça Renner R$70 | Creeper R$100

PitadaTV: TAG Meu Cabelo

Oie!
Já fazia um tempo que eu queria fazer um post sobre como eu mudo meu cabelo sempre. Na verdade comecei a fazer um há mais de um ano e nunca terminei. Ai surgiu nesse meio tempo uma TAG no Youtube chamada "Meus Cabelos" ou só "Cabelos" e eu resolvi responder também, afinal em quesito "radicalizar" eu tenho mandado bem.

No vídeo eu respondi uma porção de perguntas sobre como eu cuido dos meus cabelos e tal. Para assistir é só clicar no play e tem como assistir em HD, lembrem-se de mudar!!


1) Qual seu tipo de cabelo (oleoso, misto, seco ou normal)?
2) Defina basicamente como é seu cabelo natural (crespo, ondulado, liso, fino, grosso, armado, volumoso, pesado, ralinho etc)
3) Qual a cor natural?
4) Você tem algum tipo de química nos cabelos?
5) O que você mais gosta em seus cabelos?
6) Se como mágica, pudesse fazer alguma modificação neles, o que seria?
7) Está planejando alguma mudança (cortar, alongar, colorir, alisar etc)?
8) Você acha que existem cabelos naturalmente lindos ou acredita que é impossível exibir cabelos bonitos sem algum cuidado especial?
9) Gosta de cuidar dos seus cabelos sozinha ou prefere deixá-los nas mãos de profissionais qualificados?
10) já teve alguma decepção ou se arrependeu de algo que fez ou fizeram em seus cabelos? Conte.
11) Já descobriu algum truque, tecnica ou produto que deixa seu cabelo melhor e não costuma abrir mão?
12) Cabelo inspirador! Cite uma (ou mais) famosa(s) que você se identifica em relação aos cabelos.


No vídeo só mostrei duas fotos de como meu cabelo era, então acabei fazendo essas montagens para vocês terem uma noção de como eu mudei meu cabelo nos últimos anos. Como as perguntas são mais pontuais, resolvi contar aqui um pouco das minhas aventuras.

Coloração nunca foi meu forte. Uma porque detona muito o cabelo e outra que por ter o cabelo liso minha mãe implicava muito se eu sequer cogitasse pintar os fios. Até os meus 12 anos quem decidia os meus cortes era a minha mãe e era corte reto, sem nenhuma surpresa ou diversão hahahahahaha Até que eu disse que queria escolher um corte, pois estava muito sem graça e ela me deixou, a muito custo, escolher um repicado na parte da frente, em que fazemos camadas, mas a parte de trás fica reta.

Essa foi a primeira vez que todo mundo do meu convívio ficou " :O " porque ninguém me imaginava com o cabelo de outra forma, hahahahahahahaha e assim foi por alguns anos, o mesmo corte, com poucas variações, deixava a franja mais curta, mais longa, em tempos sombrios de emocore, um franjão reto, repicava as pontas com gilete, mas nada que fosse tão radical. O longo cabelo castanho escuro continuava longo.

Até que um dia, sem mais nem menos, decidi fazer uma mudança radical: pedi para amarrar e cortar para cima do pescoço. Essa foi uma das sensações mais libertadoras da vida e na época não senti dó, pena, arrependimento. Foi bom. O corte em si ficou uó hahahaha Reto, armado, por ter muito cabelo, e eu amava. Comecei a manter o cabelo curto e uma vez me dei de presente um corte caro num shopping da Liberdade. Foi um dos cortes que mais gostei na vida, pois o cabeleireiro tirou todo o volume dos fios com as técnicas japonesas e meu cabelo curto enfim ficou estiloso.


Ele cresceu novamente e eu fui cortando, deixando crescer e mudando sempre alguma coisa. Um repicado, uma mexa, uma franja. Da vez que fiquei quase loira por completo (em 2011) eu comecei a deixar o cabelo crescer e ai escureci com um tonalizante para acertar a cor das pontas com o da raiz. Meu cabelo chegou a ficar para baixo do peito, mas no final de 2012 eu (que já tinha feito franjão) tive um estalo, fui no salão da cabeleireira da Fátima, pedi um encaixe. Queria fazer um corte. Na revista tinha um cabelo curto e eu olhei, pensei, pedi a opinião do TH (por mensagem) e mandei cortar joãozinho, ele ficou super batidinho atrás e em cima, com as pontinhas dos lados (tipo mullets kkkk) e eu AMEI.

Acho que ao menos uma vez na vida as pessoas devem radicalizar dessa forma. É libertador. Claro que depois o processo de crescimento do cabelo é um saco, afinal ele cresce sem forma, você fica parecendo um cogumelo, dá saudade de fazer coque e trança, mas ainda sim, eu me sentia LINDA com ele assim e olha que a feminilidade de uma mulher está muito atrelada ao cabelo, mas eu adorava usar tiaras, fitinhas, lenços, ficava fofo e estiloso.


Hoje eu tenho californianas e o cabelo para baixo dos ombros e gosto da forma como ele está, acho que quero deixar crescer novamente, para, quem sabe, ter outro surto e cortar novamente. Quanto às cores, continuam não sendo muito o meu forte. Acho que sou morena e ponto. Mas tenho tido algumas vontades de colorir o cabelo com cores "fantasia" e continuo gostando somente de tons mais puxados para o loiro (tenho pavor de vermelho e chocolate), então vamos ver como continuarão minhas peripécias capilares até o final desse ano!

E vocês, gostam de radicalizar?!

domingo, 11 de maio de 2014

PitadaTV: Esfumado Fácil com delineador dramático

Não contente com o último vídeo que fiz ensinando a esfumar o côncavo, resolvi fazer um novo, com nova técnica MAIS fácil do que a última. Duvida? Então aperta o play (e assiste em HD!!)




E então? Aproveitem que tá começando uma semana novinha e tratem de treinar!!! Espero que a dica ajude vocês a melhorarem sempre! Sei que o vídeo ficou meio desfocado, mas gostei tanto do resultado que resolvi deixar mesmo assim. Fui meio vacilona, no dia gravei 5 vídeos e acabei não fazendo fotos decentes, então fiquem com a que eu postei no instagram (apesar de ODIAR postar esse tipo de foto aqui!)



Arrasem meninas! <3

quarta-feira, 7 de maio de 2014

Pitada de beleza: Batons da Vult

Esses dias a Ana, do E agora, José?, postou sobre os novos batons da Vult dela e eu fiquei mega curiosa (e querendo uma das cores) e corri no Japa (sempre ele) para ver se tinha, já que lá tem um display enorme da marca. Bom, a cor que eu mais queria eu não encontrei, em compensação tinha uma porção de outras cores com essa embalagem nova, mais resistente e bonita. Como eu fui uma boa menina o mês inteiro, eu escolhi três tons para levar para casa e hoje em vim mostrar para vocês!


Antes a embalagem dos batons da Vult era muito sensível, então deixar um deles na bolsa, era ter ele quebrado na certa, então eles reformularam as embalagens de todos os produtos e tudo ficou com uma carinha mais elegante e simpática. Apesar das embalagens terem se tornado mais resistentes, os produtos não tiveram uma mudança de preço escabrosa, só o ajuste de mercado mesmo.

Esses batons têm a cor da bala na tampa, para facilitar a visualização e são bem bonitinhos, com detalhe na tampa e transparência no meio. Na hora escolhi três tons: 42, 60 e 45 (na ordem da foto). Um nude com fundo laranjinha, um nude rosa e um framboesa bem vibrante.




Olhando na bala intacta eles pareciam bem sequinhos e quando, na ansiedade da novidade, fizemos swatchs nas mãos lá no trabalho, eles também pareceram mates, porém na boca não foi bem assim. Não que isso seja um problema, até porque não tem nada dizendo que eles sejam mates, mas é que a minha cobertura favorita é a mate, então não custava esperar algo deles, né?




Batom #42 - Ele é mais saquinho e menos pigmentado, mas colore super bem os lábios quando aplico o batom. Ele é um tom de nude puxado para o coral, mas ele é aquele tom que cabe em qualquer tipo de pele, sem ser néon, então fica clarinho, vivo e bonito.


Batom #45 - Ele é um tom de rosa queimado elegante, mais fechado, também bom para todos os tons de pele, por não ficar muito claro, então fica bonito mesmo sendo um rosinha. Ele pigmenta super bem e foi mais seco também durante a aplicação.


Batom #60 - Ele é um framboesa vivo e fechado, um tom bem alegre e invernal. Afinal, normalmente, os tons invernais são mais pesados e escuros, mas como ele tem esse tom fechado, o framboesa continua alegre, mesmo mais sóbrio. Ele é ultra cremoso durante a aplicação e fica assim por horas. Senti que no decorrer do dia ele foi dando uma secada, o normal de batons que ficam muito tempo nos lábios. De todos o mais cremoso, mas ainda sim gostei muito de usá-lo.

Meu único problema com batons ultra cremosos é que se não aplico nenhum lápis no contorno dos lábios, o batom vai "escorregando" para cima e para baixo, marcando as linhas da boca e isso fica muito feio, dá a sensação de boca manchada, de quem beijou e não arrumou o batom, sei lá HAHAHAHAHAHA Então é aquela coisa, melhor aplicar lápis do que ficar com cara de loka no meio do expediente! Já aprendi kkk

O bom é o preço desses batons. R$8 reais cada um, inspira a ter mais de uma cor e não dói no bolso comprar 3 de uma vez. É muito bom também para quem está fazendo curso de maquiagem, para ter opções diversas na maleta, já que tem desde os vermelhos, passando pelos rosas, roxos e até laranjas. Vi um que tinha reflexo furtacor, então tem para todos os gostos mesmo!

A Vult é mega fácil de encontrar e é super acessível, então vale investir para ter boas opções. Não são os produtos mais luxuosos, mas são funcionais e bons, não dão alergia, não mancham a pele. E isso  é o importante! Agora quero investir em alguns tons de blush, a embalagem está super charmosinha e as cores também. Aliás, a nível de pesquisa, eu tenho uma preferência absoluta por produtos que são "inteiros" sem pincelzinho, sabe? Prefiro que seja inteiro de sombra ou de blush, pois tem mais produto e não vem um pincel inútil HAHAHAHAHAHA

Espero que tenham gostado dos batons <3

quinta-feira, 1 de maio de 2014

Diário da blogueira: pretty hurts

O que é beleza para você?

"A beleza machuca
Evidenciamos o que temos de pior
A perfeição é a doença da nação
A beleza machuca
Evidenciamos o que temos de pior
Tente reparar algo
Mas você não pode reparar o que não consegue ver
É a alma que precisa de cirurgia"
Trabalho com beleza. Nas minhas duas profissões: na comunicação atendo uma marca de beleza. Na maquiagem lido com o desejo das mulheres em serem lindas. E vejo sempre como as mulheres (já que são as maiores consumidoras) estão sempre se inferiorizando e encontrando defeitos que não têm. Além de passarem muito tempo se preocupando com a beleza.

Independente do que seja, sempre pensamos que é pior do que realmente é e externamos isso. Tem quem diga que é para conseguir "confete", mas eu realmente acredito na insegurança de muitas mulheres e isso só se desenvolve em nossas vidas por causa dos padrões de beleza que são vendidos a cada minuto na TV, na internet, nas revistas.

Não estou falando aqui somente do padrão de beleza da magreza, estou falando também do cabelo, da pele, da maquiagem, da roupa que usamos. Essa música da Beyoncé fala da maneira mais verdadeira: a beleza dói. Porque no fundo, para sermos lindas como pede a sociedade, nunca seremos felizes de fato. Eu ouvi essa música em looping infinito nos últimos dias e ela desperta em mim uma reflexão muito profunda sobre o que é ser bonita, o que é ter beleza (ou não).

Há quem não se importe em entrar na dança para ser linda e que nem sinta os impactos negativos que isso tem na própria vida, porém a grande maioria das meninas e mulheres que querem atingir esse ideal sentem na pele a beleza doer. Seja no treino puxado da academia, nos tratamentos estéticos, na fome da dieta, em cirurgias, no cartão de crédito estourado com as roupas da moda. Verdade seja dita: esse "sentir a dor da beleza" é uma voz bem lá no fundo dizendo que você não precisa disso. Que você é linda sim e que não precisa de tudo isso para ser mais linda. Afinal é uma busca incansável e sempre vai aparecer alguém mais bonita.

Sei que é quase um contra-senso eu afirmar isso aqui, num blog onde tanto se fala de beleza. Mas acho que precisamos estar sempre atentas para o que já somos e o que não precisamos ser. Às vezes tenho a sensação que, por consumir MUITA informação de beleza, eu começo a ficar intoxicada com isso, com tanta opção, com tanta dica, com tanta vaidade. Não precisamos virar doidas viciadas, que mais se preocupam em olhar no espelho do que curtir o HH com os amigos. Tem vezes que é melhor não ligar para o batom borrado para não perder a piada na roda do bar.

Tem vezes que o melhor é simplesmente sorrir, essa é a maneira mais saudável de ser linda. Não estou defendendo aqui que paremos de usar maquiagem, ou de fazer academia, ou de nos cuidarmos. O que eu quero atentar é que sejamos conscientes, que tenhamos a alma linda também. Aliás, que ela seja linda em primeiro lugar. Nenhuma beleza é completa se o que estiver por dentro for podre.

Sejam lindas sem dor.


XO

Minhas Blogueiras de Estilo Favoritas

Muito se navega na internet, muitos blogs surgem a cada dia e muito se vê. Mas vira e mexe a gente encontra sites legais, com bom conteúdo, personalidade, estilo e inspiração. Quando eu encontro alguns desses sites/blogs eu salvo eles em todos os meus navegadores e passo a acompanhar tudo o que sai. Como uma das ferramentas do meu trabalho é o contato com blogueiras, acabo não acompanhando fielmente quase nenhuma.

Eu acabo preferindo as menores e menos conhecidas, sei lá, a vida delas me parece mais interessante. Porém, se tem duas blogueiras que viraram referência de estilo para mim, essas duas são a Carol, do Small Fashion Diary, e a Soraya, do Mistureba Chic. E hoje eu resolvi falar um pouquinho sobre como elas me inspiram.


Conheci o blog da Carol há anos. Um dos primeiros que quis acompanhar sempre, então assim que ela postava eu ia acompanhar. O que eu vejo de bonito nela é essa poesia que paira em tudo que ela faz. É impressionante como tudo dela tem referência, tudo tem poesia, até o mais banal de todos os Happy Hours, ela me passa isso de ser feliz e de viver o momento. Por isso que os looks dela me inspiram tanto, já que tudo que ela veste está associado ao seu espírito no dia, em como ela está se sentindo, ou como quer se sentir. Engraçado pensar assim, não acham? Como eu quero me sentir hoje? Uma mulher de negócios? Então vou me vestir como uma. Como uma super heroína? Então vou me vestir como uma!

Isso que me inspira tanto. Fora a ousadia que ela tem em misturar estampas, texturas e estilos e faz com tanta facilidade que eu fico impressionada toda vez que vem um novo look do dia. Ela é essa mistura de tudo que tem de legal e divertido, mas ao mesmo tempo é intensa e real. Palpável. Parece gente, coisa que muita blogueira não parece. Você vê que ela é aquilo ali que ela vende.





Já a Soraya eu conheço há bem menos tempo. Na verdade conheci de fato esse ano. Eu já tinha visto um look dela por aí e eu não lembro mesmo onde, mas navegando nos blogs que eu SEMPRE vejo quando eu tenho um tempinho encontrei o blog dela e fiquei apaixonada por ela. Pelas tatuagens, pelo estilão. Às vezes tenho a impressão de que ela é tipo aquelas divas dos anos 80, toda subversiva, estilosa e que não liga para o que pensam a seu respeito.

Ainda não conheço tanto assim ela para afirmar com toda certeza que ela é assim, mas ela é uma querida e me deixa babando com seus looks com informação de moda, mas que são a Soraya. Claro que nós mostramos no blog nossos melhores dias, só que ela sempre tem fotos muito bonitas com combinações muito legais e as tatuagens dela fazem parte desse conjunto.





O que mais gosto nas duas é esse poder de colocar na roupa quem elas são. Eu tento gente, mas não consigo, não tenho as mesmas peças, as mesmas referências, sei lá, hahahahahaha O mesmo poder de se enxergar que elas têm. Brincadeiras à parte, elas me inspiram por serem elas mesmas e é o que eu procuro mais a cada dia. Então se você ainda não conhece bem o estilo delas, vai lá dar uma olhadinha para se apaixonar também!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...