quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Diário da Blogueira: as linhas que nunca preenchi

Eu nunca sei o que escrever numa agenda. E mesmo que escreva, depois não sei o que fazer com aquelas informações.

Desde sempre achei o máximo aquelas primas que tinham diário e escreviam nele todo santo dia, e também aquelas que tinham as agendas mais legais, coloridas e com adesivos bonitos e nas agendas tinha data de prova, entrega de trabalho, ingresso da tarde de cinema com as melhores amigas, papel de bala do gatinho da escola.

O máximo que eu tive foram cadernos velhos com jogadas palavras aleatórias sobre coisas que nem eram segredos, nem eram provas de final de ano. Eram apenas palavras, sem apelo estético. Sem palavras codificadas para esconder meus mistérios de menina.

Eu nunca consegui alimentar nada disso. A ironia talvez seja que hoje eu tenha um blog e alimente isso.

Mas na verdade eu sempre invejei a organização daquelas primas, a organização com suas memórias, com suas responsabilidades de gente criança, com suas paixonites descritas ali naquelas páginas que eu nem cheguei a ler. Eu só pude me contentar com as embaralhadas lembranças e datas na minha cabeça.

A verdade é que eu nunca fui boa em alimentar textos escondidos. Em me prender em calendários exatos. Me regrar pelas linhas de um caderno timbrado.

Eu sempre fui essa confusão certeira, com memória de leão e de peixinho dourado ao mesmo tempo. Com exatidão para algumas coisas e extrema distração para outras. E talvez seja por isso que eu precise de alguém para ler meus mistérios e acompanhar minhas memórias. O caos que habita em mim não gosta do escuro, do segredo. Por essência, ele gosta do próprio caos.

2 comentários:

  1. Sempre quis ter essa força de vontade de colocar tudo em diário, já tive varios com no maximo 5 folhas preenchidas! Eu bem gostava era de caderno de enquete pros colegas de classe responder kkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHAHAHAHA Cadernos de enqueteeeee!
      Nossa, vou ter que fazer um post sobre isso!
      Saudades infância!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...