segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Look do dia: ousadia em forma de combinação

Apesar do título pouco criativo, isso resume o look de hoje. Usei há um tempinho já, juro que não vou atrasar tanto assim para publicar, mas ok, relevem por favor, a montagem desse look foi um verdadeiro exercício e desafio e explico porquê.

Comprei o creeper numa promoção, na mesma loja da bota do look que postei aqui, ele foi muito barato e estava ansiosa para usá-lo, porém queria algo criativo, afinal já incorporei o creeper no meu visual. Coloquei a meia calça berinjela, pois as outras estavam lavando e das que estavam "disponíveis" era a que mais combinava.Queria muito usar o short assimétrico (conhecido por terras cibernéticas por "skort", mistura de short com skirt) e ai a luta começou na hora de escolher uma blusa.

Acontece que não sou muito comum em relação às minhas roupas, ou seja, a maioria das minhas blusas são estampadas e com cores diversas. Fiquei procurando uma que se encaixasse com o detalhe de onça do sapato e com a meia calça berinjela e decidi que não os mudaria. Eu tinha que vencer esse look. Quem nunca teve a sensação de perder para uma ideia quando o look não dá certo, não fica bom? É engraçado, mas fico muito puta quando tento montar algo e ele não fica tão bom quanto tinha ficado na minha cabeça!



Fui testando (e nisso o relógio correndo e eu ficando atrasada para o trabalho) e olhei para a tshirt da Nike desacreditada, pois "tecnicamente" ela não teria nada a ver com o look que tinha referências mais "rockeiras" (e ela é mais skatista/rapper), mesmo assim resolvi experimentar e mesmo estranhando um pouco, achei que o resultado ficou bom, inesperado até.

Talvez outra pessoa tentasse uma regata preta ou branca, mas essa camiseta, tão temática, para mim caiu como uma luva no look que já era chamativo por si só. Claro que nesse dia tiveram bem mais medidas que o normal e alguns cochichos, mas nunca levo à mal, afinal sei que é difícil lidar com o inesperado! E sinceramente? Achei que foi uma vitória conseguir montar um look tão "eu" e tão inesperado como esse. O único problema foi que não levei blusa no dia e passei o maior frio voltando para casa, pois mais uma vez o clima de SP nos pregou uma pequena peça!

Creeper Spot Shoes R$30 | Meia Calça Lupo '60 R$13 | Skort Ebay R$20 | Tshirt Nike R$60 | Bolsa Chinesinho da Lapa R$30 

Segunda-feira é dia de DIETA!


Olá meninas, tudo bem? Bom, como todas vocês já sabem estou fazendo meu o TCC e em breve será a minha formatura. Mais especificamente, em janeiro de 2014. Por isso, resolvi que preciso entrar em um vestido de diva, maravilhoso. E, para isso acontecer com elegância é preciso emagrecer.

Depois que eu comecei a namorar os meus finais de semana ficaram muito mais gordinhos e cheios de alimentos altamente calóricos, o resultado disso foi que em dois anos eu engordei 8 quilos. Realidade, que dói, a parte, agora vivo um novo momento tanto na minha relação quanto na minha alimentação.

Eu e o Ike, meu namorado, resolvemos que iríamos melhorar a nossa alimentação para termos hábitos de vida mais saudáveis e para emagrecermos também, a minha sorte é que ele entrou na minha onda e ai nos finais de semana, que são os dias mais difíceis de não jacar, ele está junto comigo.

Comecei também a malhar porque não estou a fim de ficar flácida, o resultado eu vou vendo ainda lentamente, hoje estou entrando na terceira semana da dieta + academia o resultado por enquanto, foram 3 quilos a menos com muitas aulas de aeróbica e alimentação regrada.

Como inspiração sigo alguns perfis no insta, como o dieta eterna da Lyvia Mendes e a Ka Oliveira que é adepta a dieta Dunkan. Vale lembrar que eu sou adepta a reeducação alimentar, ou seja, é para a vida toda.

Então meninas, toda segunda, começando por hoje, estarei aqui contando um pouco do meu treino e da minha alimentação para vocês.

Vem comigo!


Bjus, Bjus!

Pitada de Beleza: Quase um motivacional


Essa frase é do livro "Maquiagem" do Duda Molinos. Veio a calhar enquanto folheava o livro atrás de referências para um outro post. Este, que escrevo agora, já queria ter feito há uma semana, porém acredito que venha em boa hora.

Toda vez que faço algum tutorial ou até mesmo me maquio para sair e registro, compartilho as imagens em todas as minhas redes sociais. Além de ser uma forma de divulgar meu trabalho, é algo que me dá prazer, pois sempre surgem dúvidas de algumas meninas e eu sempre quero ajudá-las. E também surgem as meninas que afirmam com todas as letras que nunca aprenderão a se maquiar tão bem e é aí que eu discordo por completo, por isso resolvi escrever quase um motivacional da maquiagem.

Eu cresci brincando na rua, andava de skate, era grafiteira (acreditem, era muito largada, mas feliz) e nada desse mundo da beleza me era atraente ou tão prazeroso. Eram outros tempos, outra cabeça. Entrei na faculdade com 17 anos e ainda andei de skate até os 19, definitivamente foi minha grande paixão da vida, mas a falta de tempo me fez parar e simplesmente comecei a me interessar por outras coisas. Maquiagem na minha vida era no máximo um delineado, ou um blush rosa, nada mais, nada menos. Um esmalte de vez em quando, e as luzes do cabelo que eu tanto amei (para quem chegou aqui recentemente, um recado: já fui loira). Eu era feliz assim e ponto.

Até que comecei a me interessar um pouco mais sobre maquiagem. Até então minha única paixão que havia perdurado "viva" era a moda e gosto pela costura e customização, o restante virou apenas parte de um passado jovial e feliz. Passei a assistir tutoriais e ler blogs como a maioria das meninas. Eu já era blogueira na época, escrevia textos sobre meus sentimentos e tinha até mesmo um blog destinado para looks, meus e de amigos. Nada muito sério.

E então meu pequeno interesse por maquiagem começou a virar paixão. Quem me vê com todos os meus brinquedos hoje não imagina que um dia eu nem liguei para maquiagem, tanto que os amigos antigos são os que mais fazem chacota com o fato de eu ter me formado maquiadora profissional. Eu, como a maioria das meninas, não sabia fazer direito aquilo que eu via nos vídeos. E nem é culpa da pessoa que gravou, a culpa era minha mesmo, falta de experiência e prática.

Para ilustrar esse momento, uma foto. Tirei antes de começar o curso, há mais de um ano atrás, já com a intenção de registrar como eu era terrível:

Para mim não é vergonha alguma mostrar essa foto, muito pelo contrário, se tornou até mesmo motivo de orgulho saber que eu era tão ruim e consegui evoluir, rs E aí você, caro leitor, se pergunta "mas tá, para quê toda essa história?" e a resposta é bem simples.

Sempre que alguém me diz que não é capaz de fazer uma maquiagem tão legal eu explico que tudo não passa de treino e dedicação. Claro, não sugiro que ninguém pare 1 hora de cada dia para treinar o esfumado, não. Mas nunca iríamos aprender nada se ficássemos sempre sustentando frases como "eu não consigo" ou "eu nunca que vou saber fazer". Sei que maquiagem em si é uma coisa delicada e exige sim um pouco de destreza, porém é algo que pode ser aperfeiçoado a cada traço, a cada pincelada.

Não precisa fazer cursos caso não queira trabalhar com isso, às vezes umas aulinhas de automaquiagem ajudam muito, entretanto, num geral, quem vai fazer a diferença na hora da maquiagem é você e sua criatividade. Se eu, com toda humildade, posso dar uma dica, eu diria que o melhor passo para uma boa maquiagem é a calma. Não adianta tentar fazer correndo se não há prática, afinal pode sair tudo errado mesmo e aí surge a frustração por não conseguir.

Eu mesma, às vezes na pressa, cometo erros que estragam a maquiagem, então é sempre bom fazer as coisas com calma e entender o que está fazendo. Não é só dar uma porção de pinceladas no rosto e achar que no final será uma obra de arte (a menos que você queira se parecer com um quadro do Picasso), é preciso atenção, observar o que estamos fazendo é a melhor maneira para se chegar em um bom resultado.

Aliás, observar a si próprio é um ótimo exercício diário para a vida. Além de percebermos se estamos saindo mal arrumados ou não, ou se estamos mal maquiadas ou não, é uma maneira de olhar para dentro e ver tudo, até mesmo se estamos agindo na vida da melhor maneira ou não. Bem que eu disse que era quase um motivacional, não é?!

Bem, apesar de tudo isso, sei que é muito difícil chegar ao objetivo desejado, mas é mais fácil tentar do que afirmar que não consegue. Meu professor dizia em todas as aulas como era importante exercitar, treinar. Se não está bom, apague e comece novamente até ficar bom e assim, hoje eu consigo fazer maquiagens que, quem cresceu comigo, nunca achou que seria algo palpável e real.

E para isso? Eu treino quase que diariamente, seja me maquiando, maquiando amigas no trabalho, produzindo para o blog ou até mesmo com freelancers na área, tudo vira oportunidade para mim e assim vou aprendendo cada vez mais.

Você devia tentar também! Aproveitem as oportunidades e sejam felizes <3
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...