quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Diário da Blogueira: E esse tal papo sobre casamento...

Esses dias estava vivendo minha vidinha no trabalho, até me deparar com um link que me chamou a atenção. Era um post de uma blogueira falando sobre seu futuro casamento e a lista de convidados. Não me dei ao luxo de ler, pois estava na agência e não dava tempo, porém passei o olho por cima e fechei a janela com um pensamento que está martelando na minha cabeça até agora.

Ela, que não tinha falado nada sobre casamento no blog até o presente momento, já estava falando em convidados e eu, que estou aqui no mesmo clima de "casório", ainda nem pensei no casamento em si. Claro que já pensei num geral, como sonho de garota, mas não como algo que vai acontecer numa data já marcada, entendem?

Mas o ponto é que eu fiquei pensando como eu planejaria meus próximos passos. Quer dizer. Eles já estão basicamente planejados, porém de que forma eu colocaria isso no papel para fazer dar certo. Eu pensei tanto que resolvi escrever para compartilhar minhas experiências e anseios com quem já passou e está passando por isso.

Bom, quando o Thiago e eu resolvemos efetivamente comprar um apartamento, nós decidimos que ele guardaria grana e que eu compraria o enxoval e os primeiros móveis. Ainda não comprei nenhum móvel, se querem saber, afinal não tem onde deixar mesmo. Eu montei uma lista básica para ir preenchendo aos poucos, primeiro com coisas de cama, mesa e banho. Edredons, cobertores, lençóis, toalhas, panos de prato, essas coisas. Muitas eu já comprei e estão estocadinhas e aí eu fiquei pensando quais deveriam ser as próximas coisas.

Entretanto, aconteceu tudo que aconteceu com a minha vida e eu passei por um turbilhão de sentimentos e decisões muito repentinos, que mudaram meus planos por completo. É engraçado como que, da noite para o dia, tudo pode realmente mudar... Então eu simplesmente parei com todas as coisas do enxoval e acabei gastando dinheiro para "compensar" esse lance todo da vida (uns comem chocolate, outros fumam e alguns compram compulsivamente) e depois de muito esforço e reflexão, fui colocando a vida nos eixos novamente (e olha que ela nem está no eixo correto ainda).

Eu parti do princípio (com o TH, é claro) de que primeiro precisamos ter um lugar para morar, depois precisamos de conforto e alimentação e ai por último vamos falar no casamento-festa, pois no fundo já somos casados, já que além de morarmos juntos, dividimos tudo, temos responsabilidades, nos planejamos e brigamos por causa da bagunça um do outro rsrs E aí que todo esse papo sobre casamento acaba  ficando um pouco de lado para mim. Claro que eu leio, pesquiso, me informo, pois eu adoro. Porém não se trata de uma prioridade no momento.

Agora o objetivo é colocar tudo na ponta do lápis novamente e retomar os passos de onde eles ficaram parados, para que no final tudo dê certo. Eu ouço muito as pessoas falando "não precisa se preocupar com isso, você vai ganhar", mas como aprendi a não depender de ninguém nessa vida nem esperar nada de ninguém, eu prefiro ir aos poucos montando uma vida.

E o melhor? Posso montá-la da maneira que eu quiser, pois ela será toda minha, e do Thiago <3

Pitada de Beleza: Girl About Town - MAC

Se tem uma coisa que eu gosto de comprar é batom. Acho que gosto mais de colecioná-los do que de usá-los em si. E claro que, como boa amante da maquiagem, eu quero toooodos os possíveis e imagináveis. Porém isso tem um custo e como sou uma simples e reles produtora, vou comprando aos poucos. Esse veio de fora, então foi um pouco mais barato, mas tem para vender em qualquer loja da MAC ou até mesmo na Sephora.


Quando minha amiga disse para eu selecionar os produtos que eu queria que viesse lá de fora, eu dei uma breve pesquisada e escolhi algumas cores. Escolhi tons diferentes e um deles foi o Girl About Town da MAC. Ele é um rosa aberto, bem vivo e pigmentado com acabamento "amplified", que é o mais cremosinho da marca.


Mesmo sendo um batom cremoso ele dura horrores na boca (umas 6 horas fácil) e até é difícil de sair depois que seca de vez (depois de umas boas horas com o produto nos lábios). Confesso que quando o usei ele chegou a marcar meus lábios, por conta do tempo que ficou aplicado, rsrsrs ele é realmente muito pigmentado. Meu maior problema com batons cremosos é que eles escorregam da boca, sabe?

E aí fica parecendo que eu beijei usando batom, é terrível, mas no caso do G.A.T. isso não acontece. Ele é bem gostoso de usar, não fica pegando nos lábios, nem é incômodo, pelo contrário, você nem sente que está de batom e o melhor é que é facinho de aplicar (ao contrário do Ruby Woo, que já é mais chatinho na hora da aplicação).


Ele é assim, naturalmente lindo e chamativo. Ótimo para quem quer ousar! E o melhor? Encontrei uma opção nacional acessível que tem o mesmo tom lindo de viver! Semana que vem eu conto qual é!! Alguém ai desconfia de qual seja?

Look do dia: um pouco de cor

Definitivamente eu sou péssima para dar títulos aos looks! HAHAHAHA Mas tudo bem, importante mesmo é mostrar a roupa. Neste dia eu tinha acabado de voltar para a minha rotina normal e na hora de arrumar pela manhã, eu estava tão cansada e tentei fazer um look mais diferente e o que saiu foi isso, rs Não é uma produção que me agrada muito, porém ficou assim, coloridinho, bom para tirar a cara de cansada lhouca que eu fiquei após todo o trabalho.

Acontece que os dois dias que eu fiquei fora da agência me proporcionaram trabalho triplicado e aí que eu tive que ralar para começar a colocar tudo em ordem! Pelo menos o look confortável, sem acessórios nem muitas invenções me ajudou nesse aspecto, pois foi uma correria danada!




Desde quando cortei o cabelo, passei a usar roupas bem amplas e fresquinhas. Sei lá porque, comecei a achar que ficava bom, então adotei para o meu visual e é uma coisa que eu gosto muito. Essa minha blusa do DV é "gg" e ela fica enorme em mim (a ideia era ficar certinha no corpo), mas eu gosto tanto do estilo mendigo-largado-roqueiro-moderno-arrojado que eu não consigo evitar.

Sei que nem todo mundo gosta, ou fica bem com roupas assim, acho que é uma influência hip hop do meu tempo de skatista grafiteira (acreditam?rs), e acho que é uma das coisas que mais dão personalidade ao meu modo de me vestir! O legal da moda e do estilo é justamente encontrarmos pontos de originalidade em nossos armários. Não precisa ditar tendência, nem ser uma diva do lookbook.nu, basta conhecer o estilo próprio e adaptar as informações de moda para si!

Creeper R$100 | Calça Vermelha R$30 | Tshirt Riachuelo R$40
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...