quarta-feira, 31 de julho de 2013

Ressuscitando a TAG Repaginando o Guarda Roupas

Dias desses, procurando umas imagens no histórico do blog vi muita coisa antiga e me lembrei de quando escrevia aqui sobre como repaginar o guarda roupas gastando pouco. Eu adorava aqueles posts, pois além de conhecer meu próprio estilo, eu garimpava peças de brechós, em liquidações e coisas do gênero.

Adorava registrar cada passo, mesmo olhando hoje e pensando "nossa, eu achava isso legal" hahahaha, mas isso faz parte de quem somos e de quem nos tornamos no decorrer da vida, mudamos a cada dia, a cada experiência, então é normal o estilo e os gostos mudarem também.

Bom, voltando para a Tag Repaginando o Guarda Roupas, resolvi falar sobre ela novamente por que percebi que não amarrei o final da história! Quem me acompanha há bastante tempo também percebeu? Acho que sei o que aconteceu!


Mudei de emprego no mês de agosto e desde então meu ritmo no blog diminuiu muito, logo parei de fotografar as peças novas, perdi o timing da brincadeira e quando fui ver já estava me focando mais no curso de maquiador do que em qualquer outro tipo de post!

Enfim, o que eu percebi olhando essas fotos foi que mesmo parando de "controlar" o que eu estava comprando e sem compartilhar isso aqui no Pitada e continuei a repaginar meu guarda roupas.

Meu estilo mudou muito no último ano, perceberam?! Acho que um grande impulso para isso foi quando cortei meu cabelo bem curtinho, o fato de não ter o cabelo como "acessório", me forçou a criar mais na hora de me vestir. Na verdade, eu acho que cortar o cabelo me libertou muito, pois passei a usar coisas que não usava quando tinha cabelo comprido, engraçado né?

Claro, não estou dizendo que para evoluir no estilo de vocês, todas(os) devem cortar os cabelos bem curtinhos e moderninho, mas se posso sugerir algo por experiência própria, é que desamarrem o que prende vocês, leiam sites e blogs de pessoas que o estilo agrade vocês e se adaptem ao estilo naturalmente!

Eu sou chegada num estilo "mendigo-moderno-roqueiro-arrojado-hipongo" (eu sei, é difícil de visualizar), e existem blogueiras e jornalistas (que pude conhecer com as minhas viagens) que são assim também, então me inspiro nelas. Mas não penduro foto de nenhuma delas na minha parede do quarto para ser como elas algum dia, não, eu procuro entender como esse estilo COMPLEMENTA a personalidade delas!

Acho que o que falta em alguns blogs de "moda" (entendam que eu NÃO considero blog de moda, blogs que são de look do dia, blog de moda é aquele que tem informação e reflexão sobre o assunto, seja sobre semana de moda, história e afins) é justamente isso, a conversa do estilo com a personalidade e com a atitude de quem veste algo.


Eu não vou aparecer aqui de vestido "bolo", saltinho de princesa e coroa no dia do meu casamento, pois essa não sou eu, deixa isso para as meninas lindas que são meigas e delicadas! Às vezes algumas blogueiras ou até mesmo instagramers (isso já existe, "celebridades de instagram") ficam preocupadas demais em montar um look para ganhar muitos likes e comentários, mas não passam sua essência no que estão vestindo!

Eu entendo perfeitamente que muitas pessoas nem encontraram sua verdadeira essência na hora de se vestir e ainda não conseguem passar mensagens com suas roupas, mas que são ótimas pessoas. Entendam que não saber qual é o seu estilo não é nenhum problema, desde que seja verdadeiro. (Vamos parar de montar look do dia só pra postar no blog, porque no faz de conta a gente usa tudo que quer e tanto faz, mas sair na rua do jeito que queremos requer coragem às vezes).


Digo isso tudo por que eu sei o que passo diariamente por não ter o estilo mais convencional de todos. Muitas pessoas (mulheres principalmente) me medem todos os dias, como se tivessem uma visão de raio x, na empresa me chamam de doidinha e já ouvi que meu estilo é todo doido, minha mãe e minha sogra declaram o ódio delas por algumas das minhas peças de roupa (essa parte é divertida até hahaha). Já ouvi um senhor de 40 anos exclamar um "nossa senhora" em tom de escárnio quando passou por mim pela manhã e isso porque eu não sou punk ou gótica, que sofrem ainda mais recriminação da sociedade!

Mas mesmo com todas essas coisas, eu amo quem eu tenho me tornado, amo meu estilo, minhas escolhas na hora de comprar, minhas escolhas na hora de montar um look,  fotografar o que eu visto diariamente, para ir trabalhar, passear, o que eu realmente uso.

E isso tudo só foi possível por que eu passei a olhar primeiro para a minha personalidade do que para a aparência em si, o que está por fora é reflexo do que tem por dentro, e é por isso que eu preso muito pela verdade na hora de se vestir.




Independente de estilo, é importante se amar e se encontrar consigo mesmo a cada dia, dessa maneira, a gente vai encontrando a nossa essência aos poucos. E com isso, eu repaginei o meu armário e hoje visto o que gosto, mas ainda não atingi o auge do meu estilo mendigo-moderno-roqueiro-arrojado-hipongo, mas tou aqui, tentando!

E você? Gosta da forma como se veste e do que tem no seu guarda roupas?

Look do dia: jack daniels e um pouco mais de frio

Nos poucos dias que resolveu fazer um pouco mais de calor (ou menos frio, como preferirem), contei com a variante de que o tempo podia virar, então deixei duas blusinhas na agência, só para garantir mesmo. No início da semana passada estava com vontade de estrear minha segunda camiseta temática comprada no Bom Retiro, mas estava um sol bem forte lá fora, então resolvi usar a jaquetinha mais fina para não sofrer muito e assim fui eu lá trabalhar. E até passei um pouco de calor, até a hora do almoço.

O tempo começou a virar e eu tive a sorte de ter blusas mais quentinhas para poder me agasalhar na hora de voltar para casa! Essa jaqueta eu comprei junto do meu casaco da Renner, pois eu também não tinha nenhuma dessas jaquetinhas que a gente joga por cima só para enganar um ventinho gelado que esteja batendo, sabe? Ela estava na promoção quando fui ver a jaqueta mais pesada e resolvi provar.





Ela é cinza escura, levemente esverdeada, e tem aplicações em tachinhas, ela não é nem um pouco quente, é dessas jaquetas para compor look mesmo, mas achei ela muito útil. O preço, mesmo em promoção, não foi tão animador, mas como estava em meu rompante de merecimento, levei as duas.

Lembrando que eu faço compras constantemente, mas procuro comprar coisas mais baratas e acessíveis, mas nas últimas semanas tive um certo descontrole financeiro, com tantas mudanças e acabei gastando o que não devia, afinal estou juntando dinheiro com o Thiago e preparando coisas para o enxoval. Apesar dele não ter me pedido em casamento, já estamos arrumando as coisas, rs <3

Já a botinha, que eu acho que ainda não apareceu aqui, eu ganhei na agência, no dia do meu aniversário, de uma vaquinha que o pessoal fez!

Ah, e essa cara é de quem tava bem cansada, mas pelo bem geral dos posts faz um último esforço no fim do dia para parecer legal, hahahaha

Jaqueta Renner R$99 | Camiseta Temática R$20 | Calça Renner R$70 | Bota Azcalture Presente R$99 | Bolsa R$20
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...