quarta-feira, 3 de abril de 2013

Diário da blogueira: enfiar o pé na jaca é saudável?

Quem nunca comprou aquele sapato no impulso? Ou então levou a blusa só porque estava em liquidação? Quem nunca achou uma peça/sapato/acessório encostado com etiqueta e preço no guarda roupa, sem nunca ter sido usado.

Eu sei que tem gente que consegue, mas achei que até eu estava livre disso, porém vi que não. Pelo menos uma vez na vida alguém vai passar por essa situação.

Ser consumista é quase um sintoma da sociedade. Poderia entrar numa intensa (e tensa) discussão sobre capitalismo e afins, porém não é o foco do texto. Minha ideia caminha mais no rumo do quanto isso pode ser ruim, prejudicial e psicológico.

Sim, psicológico. Mas chego lá.

Temos que concordar que não há coisa mais legal do que trabalhar o mês inteiro e poder usar nosso suado dinheirinho (suado pelo menos pra mim) para comprar alguma roupa nova. (Tá, tem coisa mais legal sim, mas essa está entre uma das mais legais).

Eu compro todo mês e a maioria das pessoas que convivem comigo compram alguma coisa e acho que isso é aceitável, não dá para viver só pagando conta. Mas e quando isso não é tão saudável?

E ai, você questiona "Vivis" como comprar pode ser algo prejudicial?! E eu respondo: quando você economiza o mês inteiro para guardar um dinheirinho e um dia antes da fatura do cartão de crédito fechar você enfia o pé na jaca!!!

Isso pode acontecer por:

1) Falta de organização;
2) Necessidade;
3) Falta de juízo.

Já passei pelas três situações (mais de uma vez) e pude comprovar que falta de organização a essa altura do campeonato não rola, afinal sou muuito regrada com minhas finanças. Necessidade ok, mas só se for remédio ou alimentação (o hipermega lançamento da coleção "x" para a C&A não entra na categoria necessidade). Agora, falta de juízo, minha gente, pode ser um GRANDE problema.

O case: páscoa. Foco: chocolate para 7 pessoas. Ovo de chocolate para 5 delas. O estrago R$ 300,00.

Loucura? Acho que sim. (Resumindo: presenteei as amigas do trabalho, as primas mais queridas, as amigas mais queridas e as crianças mais próximas, além da família e namorado). Já adianto que não me arrependi e que fiquei muito feliz em presentear essa galera, que me é muito querida, porééém... GENTE!

Porque eu quis abrir isso aqui no blog?! Para demonstrar que sim, a gente compensa as coisas ruins da vida, da semana, do trabalho, da família, COMPRANDO e isso pode ser (e é) MUITO perigoso.

Na inocência você vai enchendo o seu carrinho de compras sem pensar como estão exatamente suas finanças e se essas compras são realmente necessárias.

Eu compensei todo o estresse que passei no mês gastando todo o dinheiro que guardei em março com chocolates. Houve quem dissesse "cara, gasta com você!". Mas sinto dizer: eu gastei comigo mesmo assim ( dei coturno, sapatilha) e ainda sim achei que exagerei.

Não me achem uma hipócrita, por vir aqui dizer que comprei uma blusinha por R$13,99 e gastei todo esse dinheiro em chocolates. É justamente por isso que estou abordando esse assunto: compensação é algo bem sério, seja gastando dinheiro, comendo, usando drogas. Se algo não está bem, não adianta colocar outra coisa no lugar e ter a falsa sensação de que está tudo bem!

Comprar um sapato todo mês, comprar maquiagem importada, ou gostar de torrar tudo na Zara só é saudável quando você está consciente do que está fazendo, que esse gasto é possível dentro do orçamento.

E principalmente: se você não está tentando compensar algo ruim. Felizmente esse dinheiro gasto não prejudicou minhas finanças, mas era um dinheiro que poderia ter ido para a poupança.

Então vou fazer o exercício "menos loucura na vida" e analisar bem os fatores, por exemplo: comprei um tênis de R$129,90 reais, mas se eu for dividir a quantidade de vezes que vou usá-lo esse valor será dissolvido (?) e a compra vai ter valido muito à pena (o coturno eu coloquei no pé no dia que chegou e usei por três dias seguidos).

Meu fikadika é do bem: seja consciente :) e não gaste todo o seu dinheiro em vão, pode fazer falta lá na frente!

Look do dia: estampa animal, tênis novo e montaria

Pode post no fim do dia?!
Pode!
Bom gente, esse post ficou para o fim do dia, pois novamente a agenda foi bem lotada. Porém mais vale um trabalho intenso, do que trabalho nenhum, uhauhauha Vamos ao look. Na segunda-feira fui almoçar no shopping com as meninas e uma amiga, a Bruna, resolveu passar na Riachuelo para comprar um presente para o papis dela.

No meio da conversa toda, bati o olho no tênis, ele bateu o olho em mim e nós nos amamos. Enfiei ele no pé e disse "tenho que levar". Às vezes eu tenho dessas, de ser centrada e econômica o mês inteiro e no último dia... ir e gastar tudo e mais um pouco. Fiz algumas besteiras nos últimos dias e até quero escrever sobre elas, pois sei que muita gente faz a mesma coisa, por enquanto vou falar do look, hehehehehe



Tênis comprado e amor realizado, fui embora para casa no final do expediente, porém passo todos os dias pela Lapa e gente, preciso confessar, AMO aquele lugar:

1) Tem todo tipo de quinquilharia
2) Tem lojas como Pernambucanas, Marisa, Eskala
3) Tem todo tipo de quinquilharia [2]

Aproveitei que consegui sair antes das 18:30 da agência e dei um pulo em algumas lojinhas ali perto do Terminal e entrei na Eskala. Gente, vamos conversar sério. Eu sei que é uma loja de baciada, eu sei que é uma loja que tem muita coisa podrinha (pra bater no dia a dia) e sei que a modelagem/design deles não é o mais LUXUOSO, GLAMOUROSO E ANTENADO do universo. Porém sei de duas coisas: preciso de roupa para trabalhar e não dá para pagar R$150 reais numa blusinha porque a blogueira "it girl" usou.

Então eu venço o preconceito todas às vezes (para falar a verdade, já venci faz tempo) e sempre entro para fuçar e pasmem, sempre encontro algo que vale à pena. E claro, não gosto de outras coisas.

Foi o caso dessa blusa. Entrei rapidão, bati o olho e vi uma banquinha com o preço "tudo por R$13,99". Pensei: pode ter algo. E tinha! Fucei um pouco, confesso que tive preguiça por conta do horário (já estava fechando), mas corri e encontrei uma saia azul plissada (sim, plissadinha) e essa blusa. Fiquei em dúvida quanto à blusa, mas levei, baratinha assim, se não servisse/gostasse, poderia dar para a minha mãe ou amiga. Cheguei em casa e provei e amei e quis usar no dia seguinte, junto com o meu tênis DIVO.





Ela é tamanho "M" e o tecido da frente é "transparente" com essa estampa de animal que é tendença na Zara e nas bloguerada toda (beijos, paguei R$14 reais na minha). Ela ficou grandona e eu ando na vibe das regatonas e camisetonas. Acho que é um subconsciente meio mendigo, acredito eu. Juro gente, amei mesmo essa blusa, que queria usar hoje de novo, hehehehe

Dai peguei a legging montaria e falei "é tu mesmo" e juntei tudo para aturar mais um dia de muuuuita loucura. Olhando bem eu consigo pensar "essa sou euuu mesmo". Ao contrário do que eu vesti hoje e achei "fuen". Mostro para vocês amanhã!

Blusa Eskala R$13,99 | Legging Montaria R$35 | Tênis "Pool" Riachuelo R$129,90 | Pulseiras 25 de março♥

Pitada de beleza: Sombra unitária Fenzza Make Up

Olá pessoal!

Nestas minhas andanças por perfumarias e produtinhos baratos me deparei com esta sombra da Fenzza. Já li sobre a marca em muitos blogs e todo mundo sempre vendeu a marca super bem. Meu único problema com essas marcas beeem baratinhas é que às vezes o produto tem dois pontos muito negativos: o cheiro e a qualidade. Em alguns casos são sombras com pouco pigmento e muito brilho, que acabam durando pouco e sendo apenas muito brilhantes.

O cheiro das sombras de marcas como Fenzza, Ruby Rose e Jasmyne são assim: enjoativos. Muitos deles ficam mais suaves depois que aplicamos o produto, porém é algo que me incomoda muito. Chega a me fazer desistir de vários produtos.






No caso dessa sombra unitária isso aconteceu também (mas uma vez comprei uma paletinha de outra marca que lacrada cheirava tão forte que nem quis ficar com ela, dei para as crianças brincarem), só que ela não exala muito quando aberta, para ser bem sincera só senti o perfuminho dela quando cheirei de perto.

Tirando essa parte, vamos à cor e valor: a cor do produto é diferente quando aplicada, não menos bonito, diferente. Ela brilha muito e com certeza é uma sombra para usar à noite, pois um pouquinho mais e você fica parecendo uma dragqueen, rsrs Mas acho que pelo valor que paguei, não dava para esperar a senhora sombra diferenciada. Encontrei ela numa farmácia por R$5,00 reais e acho que ela não vai ficar perdida na maleta.



Ela é bem macia e pelo visto esfarela bastante. Vamos ver como ela vai se comportar em algum tutorial. Conhecem a marca?! Gostam?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...