quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Diário da blogueira: Férias em Jericoacoara

Quando o Thiago e eu decidimos que nas nossas férias viajaríamos para um lugar bacana, já estávamos com a intenção de ir para um lugar bem diferente, afinal queríamos tirar SP da cabeça.

Uma amiga, a Vanessa, falou que seria legal irmos para Jeri e começou a me dar várias dicas. Depois que sugeri para o TH, alguns outros amigos também opinaram positivamente então decidimos o nosso destino. Um dos fatores primordiais era a exuberância do lugar e outro foram os preços. Jericoacoara é uma cidade barata e faz valer cada centavo investido.

Jeri foi descoberta pelo turismo há quase 20 anos, em 1985, e até então era uma pequena vila de pescadores (como a maioria das vilas da região). O lugar é praticamente inóspito e distante de tudo, sendo parte integrante do Parque Nacional de Jericoacoara. Por ser um lugar tão "intocado", a região passou a ser de proteção ambiental e, para vocês terem noção, as ruas de Jeri não podem nem receber pavimentação. Mas não pensem que isso se torna um ponto negativo. Pelo contrário: deixa tudo mais despojado e até romântico! Depois conto mais sobre a história do lugar, quando eu for falar sobre os pontos turísticos!

O lugar é um pedaço do paraíso, não canso de dizer, então aqui vão algumas fotos para vocês entenderem!

tão vendo essa faixa de vegetação ao fundo da foto? então, Jeri é isso ai!
Duna do Por do Sol 


Lagoa do Paraíso 
Praia da Malhada vista do Morro do Serrote 
Mangue tomado pelo Mar a caminho de Tatajuba
Resolvi fazer posts beeeem detalhados sobre a viagem, pois fica mais fácil se alguém quiser ir conhecer também e dá para se organizar financeiramente direitinho!

Vamos por partes! Burocracia:

Coisas como passagens aéreas, hospedagem e dinheiro são sempre a primeira coisa a se resolver quando se organiza uma viagem. Para chegar em Jericoacoara temos que percorrer um loooongo caminho: de São Paulo pegamos um voo para Fortaleza que tem 3:30 de duração, aproximadamente. De Fortaleza é preciso pegar um ônibus até o município de Jijoca de Jericoacoara, viagem com mais de 5 horas de duração, e em seguida mudar o meio de transporte para uma jardineira e seguir até Jeri, pois o ônibus não chega até a vila (que fica a mais de 300km da capital cearense). De jardineira ainda vão mais uns 50 minutos.

Se trata de uma viagem desgastante e cansativa, porém vale todo o esforço. Como o Thiago e eu fizemos: as datas das férias ainda eram meio incertas e quanto mais cedo comprássemos as passagens, mais baratas elas seriam, então assim que ajustamos esse ponto, compramos as passagens pela TAM. Elas poderiam ter saído muito mais baratas, mas nossos escritórios complicaram um pouco nossas vidas. Enfim. O transfer para Jericoacoara sai às 8h do aeroporto e não quisemos chegar um dia antes e dormir em Fortaleza, então pegamos um voo na madrugada e ainda sim chegamos cedo: às 3h e tivemos que esperar até o horário. Foi uma longa jornada e cansativa, pois não conseguimos dormir, então assistimos filme, conversamos, fizemos piada, andamos e nunca dava o horário.

A empresa que oferece o Transfer é a Fretcar e eu quase não consegui comprar as passagens a tempo. Acontece que no site eles têm um simulador de preços que informa "passagens ainda não a venda", mas não deixam claro que não é possível fazer compra alguma pelo site.

É preciso ligar em algum revendedor autorizado. Como eu desembarquei no aeroporto, escolhi comprar com a OpenPoint. Para comprar antecipado com eles é preciso ligar e solicitar as passagens, para que o funcionário passe os dados para transferência/depósito. Quando ele confirma o pagamento, ele solicita os dados dos passageiros e passa os números das poltronas. Depois é só retirar as passagens no balcão da Open, direto no aeroporto. Então lembrem-se: liguem nas autorizadas para comprar as passagens, não deixe para comprar em cima da hora porque pode esgotar!

Como foi nossa primeira vez lá, fizemos como todas as outras pessoas fazem, direto com a FretCar, mas em Jeri descobrimos várias outras opções. Alguns ônibus saem em horários mais flexíveis de Fortaleza para Jijoca (da rodoviária) e existem outras jardineiras no vilarejo, além da FretCar. Também tem pequenas empresas que fazem o transfer de Hilux. Não cheguei a ver preços, porém é uma opção muito mais confortável e rápida, principalmente entre Jericoacoara e Jijoca de Jericoacoara. Acho que numa primeira visita vale ir de jardineira para conhecer, porém se eu voltar, vou querer um pouco mais de conforto, pois é uma viagem longa e cansativa. Mas ressalto que os ônibus da FretCar são muito bons sim e se vocês puderem escolher as poltronas, escolham entre 1,2,3 ou 4, pois são as mais confortáveis do ônibus! Digo com conhecimento de causa!

Valores: Passagens ida e volta pela TAM para o casal: R$1250. Passagens ida e volta com transfer incluso pela FretCar para o casal R$272 (R$68 a passagem).

O próximo post vai ser sobre hospedagem, então espero que gostem!!

Um beijo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...