terça-feira, 26 de março de 2013

Diário da blogueira: sobre esforço e ética

Nunca um "Diário da Blogueira" foi tão conveniente (e necessário) como esse. Nunca houve tamanhas verdades (pelo menos minhas) que eu quisesse dizer. Em primeira parte por ter uma segunda feira com altos questionamentos profissionais e em segunda parte por descobrir que copiaram o nome do blog.

Sim, alguém teve capacidade disso. Claro, não sou louca de sair acusando ninguém na internet, porém lembro como se fosse ontem quando sentei no chão do quarto do meu namorado para criar meu blog.

Que de início não tinha nada de blog e sim uma vitrine para as minhas costuras (os posts ainda estão lá). Lembro que peguei uma das enormes pranchetas de desenho dele, uma folha de sulfite A3 e comecei a rabiscar coisas aleatórias, jogos de palavras e ideias soltas.

Defini que queria algo com a palavra "Estilo" e passei a tentar inúmeras combinações até chegar em "Pitada de Estilo". Quando o insight aconteceu, a primeira coisa que fiz foi buscar na web algum site ou blog que tivesse o mesmo nome e surpresa: ninguém havia pensado nisso antes.

Decisão tomada: esse seria o nome, só precisava definir o layout (que foi virando o que é aos poucos). Historinha engraçadinha ou não, o fato de uma pessoa " x ", do outro lado do país, registrar um domínio idêntico ao meu após mais de um ano da criação do original só me faz pensar em cópia e não em sinergia de ideias, ou em coincidência.

Sendo essas as opções, ou não, isso fere por ir de encontro não somente com o ego, mas também à criatividade, originalidade, esforço e ética.

(Tudo nessa vida vai exigir, no mínimo, as duas últimas opções.)

Há quem possa dizer que o erro foi meu por não comprar o domínio brasileiro, porém se formos usar essa linha de raciocínio, eu deveria adquirir domínios com todas as terminações (.org, .net , entre outros). Além de gastar muito dinheiro com um blog que faço por gosto e distração.

Há, ainda, quem diga que isso não interfere em nada no meu blog que é muito melhor e etc, porém somente eu sei o quanto é frustrante ver alguém se apropriando daquilo que é meu.

Estou num misto de raiva e impotência, por não saber se o melhor passo a ser dado agora é continuar fazendo o blog de maneira interessante e diferente ou se entro numa briga por direitos autorais.

Só sei o que NÃO quero: abrir mão da minha criatividade, originalidade, esforço para manter o blog (e a vida) e principalmente a minha ética, que fui ensinada desde muito nova.

Como ainda ontem um grande amigo disse: "se descobre a ética de alguém quando ela faz o certo mesmo quando ninguém está olhando". Por incrível que pareça estávamos falando sobre isso minutos antes de eu descobrir.

Para agora? Viver mais um dia de trabalho e ter mais ideias, pois felizmente não sou uma pessoa de uma ideia só.

Um beijo especial para quem é "copião".

Um comentário:

  1. Eu já sabia disso há algum tempo, mas não falei nada porque nem pensei que era importante... na verdade caí lá sem querer quando fui entrar no seu, esqueci que era .com e parei no outro blog, mas nem li nenhum post, nem vi que era mais novo que o seu.
    A gente que não tem blog não percebe que essas coisas podem ser importantes pra quem tem. Desculpe não ter me ligado que devia falar.

    beijos

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...