terça-feira, 31 de julho de 2012

Glossário de Moda: Audrey Hepburn Parte I

Já que amanhã de manhã eu começarei numa nova empresa e não sei qual vai ser o ritmo, vou deixar o post publicado a partir de agora e à noite vai ter mais! Torçam por mim, gente linda e malavilhosa <3

No post “Ser It Girl ou não ser? Eis a questão”, usei uma foto da Audrey Hepburn para ilustrar o texto e resolvi falar um pouco sobre ela no Glossário de moda de hoje, afinal ela é um ícone de estilo e marcou a moda, principalmente com seus filmes.

Audrey foi uma atriz, modelo e humanista belga, radicada na Inglaterra. De acordo com o American Film Institute, é a terceira maior lenda feminina do cinema e foi eleita em 2009 a atriz de Hollywood mais bonita de todos os tempos. Audrey Kathleen Ruston, seu nome verdadeiro, nasceu em 4 de maio de 1929 e faleceu em 20 de janeiro de 1993, e era filha única do banqueiro Joseph Anthony Ruston e da baronesa Ella van Heemstra.


Aos 9 anos, Audrey foi enviada para internato na Inglaterra, pois seus pais iniciaram o pedido de divórcio e não queriam que ela sofresse com as brigas familiares e foi nessa época que se apaixonou pela dança, aprendendo o balé. Entretanto, em 1939 a Segunda Guerra Mundial estourou e a Inglaterra declarou guerra à Alemanha. Sua mãe, nesta época, achou melhor levá-la para a Holanda, país neutro, com medo de Londres ser bombardeada, mas o que não podia esperar é que o país fosse invadido por nazistas, transformando sua estadia difícil e cheia de privações.

Ela esteve envolvida com a Resistência e acabou presenciando a morte de muitos parentes, além de participar de espetáculos de balé clandestinos para angariar fundos e levar mensagens em suas sapatilhas. Ao final da Guerra, Audrey e a mãe retornaram para a Inglaterra e jovem ingressou na escola de dança de Marie Lambert, entretanto teve seus sonhos interrompidos por uma professora: ela era alta demais e não tinha talento para se tornar uma bailarina. 



Com isso, passou a trabalhar como corista e modelo fotográfica para conseguir sustentar a família, mas foi nesse momento que Audrey decidiu investir na atuação. Estreou no documentário Ducht In Seven Lessons e em 1952 viajou para França a fim de gravar Montecarlo Baby e foi vista no saguão do hotel por Collete, escritora, que na época trabalhava com a montagem para a Brodway da peça Gigi, que ainda não tinha o papel principal, e encantada, escolheu Audrey para ser a intérprete.
Seu primeiro prêmio foi o Oscar de Melhor Atriz pelo filme A princesa e o Plebeu, onde atuou no papel principal ao lado de atores e diretores consagrados do cinema, surpreendendo a todos com seu talento e beleza. Ainda, na mesma semana, recebeu o Tony por sua atuação em Ondine e pouco tempo depois foi indicada ao Oscar novamente por Sabrina.

Audrey se casou com Mel Ferrer em 1954 e Sean, filho do casal, nasceu em 1960, entretanto até conseguir dar a luz, a atriz sofreu diversos abortos, após tantas tentativas frustradas ela ficou extremamente deprimida, afinal queria muito ser mãe. Para animar a atriz, Mel incentivava que ela trabalhasse, então gravaram juntos Guerra e Paz, Audrey gravou três comédias românticas, (Cinderela em Paris, Amor na Tarde e A Flor que não morreu), um drama (Uma cruz a beira do abismo, que rendeu a terceira indicação ao Oscar) e um faroeste (O passado não perdoa).


Continua.

PitadaTv: Os significados da moda

Oi gente!

Hoje eu vou dar continuidade ao primeiro vídeo que publiquei sobre porque discutir a moda! Que tal complicar um pouco as ideias? rs




Bom, como disse no vídeo, aqui abaixo vão informações sobre o Barthes:

Roland Barthes (Cherbourg, 12 de Novembro de 1915 — Paris, 26 de Março de 1980) foi um escritor, sociólogo, crítico literário, semiólogo e filósofo francês.
Formado em Letras Clássicas em 1939 e Gramática e Filosofia em 1943 na Universidade de Paris, fez parte da escola estruturalista, influenciado pelo lingüista Ferdinand de Saussure. Crítico dos conceitos teóricos complexos que circularam dentro dos centros educativos franceses nos anos 50. Entre 1952 e 1959 trabalhou no Centre national de la recherche scientifique - CNRS.”

Dei uma resumida para não dar MUITA informação de uma só vez! Sei que falo demais e às vezes complico um pouco as ideias, mas o importante é que gostem, pois estou tentando elevar nosso diálogo, ok?

Lembrem-se de se inscreverem no meu Canal e curtirem o vídeo! :D
Espero que gostem!!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...