quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Profissão blogueira: objetivo ou consequência?


POST LONGO
Vez ou outra me deparo com alguns questionamentos e tenho vontade de desenvolve-los em algum lugar. Como ainda não dei início ao meu mestrado (nem sei se estou preparada) eu procuro refletir sobre coisas que me instigam e costumo escrever sobre elas.

Ultimamente, por viver no meio da blogosfera (metade por aqui, metade pelo trabalho) passei a pensar e analisar cada vez mais os blogs que acesso. Olho desde a apresentação dos temas, as pautas escolhidas, as abordagens, as fotos tiradas, o layout... Mas nada grita mais aos meus olhos do que uma única coisa: a intenção da blogueira.

Na verdade em tudo na vida eu observo a intenção das pessoas, é algo que faz parte de mim. E por prestar tanta atenção nos detalhes, passei a me perguntar o até que ponto o blog virar profissão de uma garota é consequência e o quanto disso é objetivo. Já fiquem cientes aqui que não critico quem escolhe tentar ser blogueira profissional!

A Karen, do Eaí, beleza?, é uma grande blogueira e tem um tumbrl para falar sem papas na língua e dar dicas sobre como ser uma boa blogueira. É interessante como ela divide os passos para chegar ao "sucesso" (coisas como conquistar seguidores, produzir conteúdo de qualidade, interagir e por fim, conseguir parcerias). Para contextualizar, ela já teve outros blogs e já ganhava dinheiro quando participava do Shampoo de Laranja, quando decidiu, como ela mesma diz, mudar de casa. Quando montou o "Eai Beleza" ela já havia definido que o objetivo era ser uma blogueira profissional.

A partir disso, muitas outras meninas (e boys também, claro) passaram a buscar um espaço na blogosfera. Espaço profissional, já que a internet é bem democrática e recebe todo mundo de braços abertos.

Com esse boom de jovens querendo ser o novo-blogueiro-do-momento eu percebi uma doença que começou bem pequena e hoje já se alastrou na mente de muitas pessoas: colocar o carro na frente dos bois. Sim, gente querendo chegar ao topo sem subir um degrau sequer.

Não os critico, repito, mas é preciso refletir no que consiste esse tipo de atitude. Trabalho em uma assessoria de imprensa que conta com os mais diversos tipos de clientes e todos os dias recebemos e-mails de blogueiros pedindo parceria. Para não sermos injustas e darmos oportunidade somente para as blogueiras que já são grandes, analisamos todos os blogs que chegam.

E aí rola o sustinho básico: o blog tem um mês de vida, 3 postagens, 10 seguidores e já quer parceria. Pessoal, é importante saber que uma parceria (seja com marca de bolsa, tênis, roupa, cosmético) tem um custo para a marca e esse investimento precisa valer o retorno.

Tudo bem quem pede parceria e isso é ótimo para as marcas de produto (independente do que seja), afinal é mais visibilidade, mas atenção: voltando ao "manual" da Kah (já que é bom ter com o que exemplificar) primeiro é importante ter conteúdo, a última coisa é a parceria. Ganhar coisas é muito legal, entretanto as grandes blogueiras ( as realmente grandes, não as RICAS ) demandaram muito tempo para chegarem onde estão. Tempo de "estrada" e tempo disponível para escrever um texto com o menor número de erros ortográficos, com boas fotografias, boas pautas/temas.

A exemplo disso eu cito a Lia Camargo, do Just Lia. A menina em 2002 já tinha blog de sucesso, quando menos da metade das meninas de hoje tinham computador e internet discada! Ninguém sabia bem quem era a Lia, mas ela já havia dado até entrevista na Capricho, por ensinar seus amigos a montarem seus blogs.

Não pensem que por citar esse exemplo estou dizendo que como você nunca teve blog e quer começar um você nunca vai ter sucesso, por favor, o que quero demonstrar é que, sendo consequência, ou objetivo, ser uma blogueira profissional é bem mais complexo do que pedir uma parceria.

Até mesmo quem, como eu, que bloga e trabalha "fora", precisa pesar algumas coisas na hora de ter um blog: qual o meu objetivo com o blog? O que eu quero fazer de diferente? Vou ter estrutura emocional para críticas? E como vou lidar com o público? Quanto tempo disponível vou ter para me dedicar ao blog? Vou cativar um público e não oferecer nada a eles? Vou ser profissional?

Talvez todo esse papo pareça chato, mas comunicação é isso, é ter responsabilidade com o que você diz abertamente. Afinal, ninguém vê o Willian Bonner dando uma notícia de mentirinha para fazer um brinks com os amigos do twitter. Informar é ter responsabilidade, independente de seus objetivos, pois se eles forem bons e bem trabalhados a consequência será só uma: sucesso em tudo que se propor a fazer.

UPDATE: Bom, antes mesmo de publicar o post passei por uma situação que achei interessante compartilhar. Lembram que eu disse que diariamente recebemos propostas de parcerias? Hoje aconteceu algo que considero extremamente chato e desagradável. Há dias fizemos um evento para um cliente e convidamos alguns blogueiros para participarem. Uma lista nos foi passada pelo cliente, sobre quem devíamos convidar, por se tratar de um evento restrito. E uma menina nos mandou um e-mail afirmando que havia sido convidada e que não recebeu o press kit dela. Mas o maior problema é que ela não estava em nossa lista e não foi convidada. Nem conheciamos o blog. Esse tipo de coisa me chateia, pois ela mentiu de maneira deslavada. Então, se eu puder dar qualquer dica aqui e agora eu digo: Sejam sinceras sempre, seja para pedir parceria, seja para pedir convite para evento. Assessor de imprensa não é bobinho e o trabalho dele é sério, não pensem que é só glamour.

O post é longo, eu sei, mas espero que gostem!

4 comentários:

  1. Esse assunto é bem complicado, né? Mais acho super válida a reflexão. Hoje em dia é basicamente um blog por espirro. Existem meninas que não sabem o foco do blog, como assunto, público e isso complica até pra elas pedirem 'parceria' com marcas.
    Sou somente leitora e vejo esse mundo com faces bem obscuras...
    Desejo sucesso sempre pra você <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Van, o maior problema é que algumas pessoas esquecem de ter conduta.
      Acho que caráter é para a vida toda e o que algumas meninas fazem só me fazem pensar que elas não têm escrúpulos!

      Excluir
  2. Adorei o Post!!!
    Falou tudooo o que muita gente ainda não entende! Tudo na vida é feito de passos e de tempo, nada acontece de um dia para o outro só pq queremos ...
    Ficou longo, mas muito bem escrito!!!

    Super Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ju,
      Ficou longo mesmo, rs mas infelizmente em alguns momentos o papo precisa ser um pouco mais sério, é uma tímida tentativa de aumentar a consciência da galera que faz blog. Tem gente que é bacana e faz um trabalho lindo, mas tem gente que só quer jabá e vantagem.

      Isso desvaloriza o trabalho de quem tem amor e carinho no que faz!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...