domingo, 29 de janeiro de 2012

Tutorial de Artesanato: Laço Versátil!

Oi pessoal, tudo bom?

Lembro que prometi esse post há um tempo e nunca que conseguia postar o vídeo no Youtube. Mas depois de várias tentativas (se você acessar meu canal vai ver quantas vezes deu erro), eu consegui! - toca musiquinha do Queen- então vamos ao laço!



E aí que eu fiquei pensando onde poderia usar o laço e fiz uma escolha, vejam!

 Eu peguei uma saia que eu adoro, mas que estava com o cintinho fake quebrado e arrumei, ó!
Ficou delicado e combinou com o estilo da saia, e se eu não quiser que apareça é só usar uma blusa mais longa :)

O que acharam?

Beijos!

Tutorial de Maquiagem: Olho Esfumado

Oi pessoal, todo mundo bem?

Neste exato momento eu estou morrendo de sono, graças ao almoço de hoje, mas é só preguiça de domingo e não vai ser ela que vai me atrapalhar para postar o vídeo de hoje! SIIIIM! Tem tutorial hoje! Uma make simples de fazer para a noite, rápida e glamour, rs



Assistam ao vídeo, que dessa vez, acho eu, está melhor para ver o tutorial, rs




E aí, gostaram?

Se vocês usarem uma make baphônica não se esqueçam de mandar a foto para contato@pitadadeestilo.com para compartilharmos com azamiga!

Beijos!

sábado, 28 de janeiro de 2012

Tutorial de Maquiagem: Make do Ano Novo!

Oi people!

A saga da postagem dos vídeos impossíveis de serem postados foi superada em partes! Pelo menos um eu consegui postar, o tutorial da make que eu usei no ano novo!

A técnica é fácil e eu aprendi nesse vídeo de uma maquiadora gringa e fica muito legal! Para fazer você precisa de sombras com cores vibrantes, mas com um pouco mais de imaginação dá para criar diversas combinações!

Assistam ao vídeo, mas me desculpem, eu fiquei meio torta nele e no próximo vídeo que eu vou subir para o blog já melhorei o enquadramento!





E ai, gostaram? Muito difícil de fazer?

Me mandem fotos se vocês tentarem!!!

Beijos

Novidades Belezísticas - Bijoux da CTM!

No dia da entrevista estava com R$15 no bolso, tirando o cartão do banco, claro. Mas em cash era só esse valor. E fui fazer entrevista justamente na região do Higienópolis, mais especificamente, na região da Av Angélica. Para delírio meu, uma lojinha, que eu frequentava há uns três anos, quando trabalhei lá, ainda existe.

E para muitos mais delírios, ela continua cheia de coisas fofas, personalizadas e melhor: BBB. Bom Bonito Barato. - antes que algum engraçadinho remeta ao reality show...rs

A loja, fofa, se chama Customized e fica na altura da Rua Maranhão, na Av Angélica, acredito que no número 1365. E mesmo sendo no meio do bairro da gente diferenciada, é um dos maiores achados fashion. Claro que se for para sair de casa na caça pelas melhores bijoux, eu vou parar na estação São Bento do metro, na Ladeira Porto Geral,  nas lindas lojas da 25 de março, but....

Além de estar ali, o preço é MUITO bom MESMO.

Chega de conversa.

Eu comprei: 3 anéis de R$1, 1 anel de R$5, dois colares de "pérolas" de R$2, 1 brinco de R$1 e 2 lenços de  R$1,

Foram 9 itens por R$15.

Não fotografei todos. Motivo 1: esqueci. Motivo 2: cada um já está em um canto diferente. Mas prometo mostrar depois.

Vejam os que fotografei!




Vi esse estilo de foto no blog da Juliana, Entre Topetes e Vinis, estagiária da Gloss, e amei rs Mas a dela ficou melhor, acho porque foi tirada de dia, num lugar melhor iluminado... Enfim, o que importa: minhas bijus lindas e batas, rs

O anel de coruja foi o mais caro de todos os itens e eu achei uma mega aquisição. Tinha um de caveirinha bem fofo e gay, mas não encontrei nenhum na minha numeração! O de flor eu achei legal porque é bem chamativo, sozinho já faz uma diferença na composição dos acessórios!

O brinco eu ia dar para minha prima, Juju, mas ela é cagona e não tem orelha furada, então ficou com um dos anéis. E eu sou burrinha e esqueci de clicá-lo, mas quando for mostrar os dois lenços eu mostro ele. Sepá já na minha orelha, sim. Terei mais furos, rs 

Já ia me esquecendo de falar das pérolas. Gente, que fofurinha esses colares curtinhos, muito retrô e gracioso! Queria daqueles cor de pérola mesmo, mas não tinha, acredito que sejam sempre os que acabam primeiro, mas o preto e o verde ficaram muito legais, então me contento com eles, por enquanto!

Agora preciso de dindin para dar um pulinho numa certa ladeira...

E vocês, o que tem comprado para se enfeitarem?

Beijos!


Look do dia - que eu tive que me arrumar.

Hi genten.

Tá, eu sei. Sumi de novo. Preciso parar de fazer isso. Por que, novamente, postarei várias coisas de uma vez. PROMETO que esse será meu próximo objetivo: ter periodicidade minimamente definida, ok?

Passando às desculpas de sempre, juro, vou melhorar, passarei para o look que usei esses dias e achei até bem engraçadinho. Não sei se cheguei a falar no blog já, ou se foi em um vídeo que gravei esses dias para o blog (que vou tentar publicar logo) sobre o fato de não ter motivos para me arrumar e estar chateada com isso. Então tive a oportunidade e a agarrei com unhas e dentes.

A ocasião era uma entrevista de emprego, mas numa editora de revistas de passatempo. Logo o look pedido era mais casual e moderninho. E, yes, acertei na mão. O ambiente não comportava uma mocinha toda pomposa de calça social, camisa e saltinho.




Mesmo com o tempo molenga de garoa, optei pelo vestidinho do Brás, um oxford fechadinho e o blazer para dar um ar mais adulto ao look. Nas fotos ele está com as mangas soltas, mas eu as usei arregaçadas, presas com elástico, depois mostro para vocês!

Eu achei delicado e estiloso ao mesmo tempo. Não passei frio, e gente, vamos fazer terapia de grupo: não é só por que está chovendo que está fazendo frio. Tem dias que está frio sim, mas tem dias que está caindo um toró e não tem nada de frio e mesmo assim o povo já se enche de roupa, de bota e até cachecol. Menos, plis.

Agora resta saber se vou passar né?

Gostaram do look?

Beijos!

domingo, 22 de janeiro de 2012

Sou Plus Size, e dai? Parte III

Está começando a me bater um soninho, então por enquanto farei mais este post sobre looks e depois vamos ver o que a audiência acha, né?


Esse é simples e lindo. A calça cigarrete preta com a barra dobradinha sempre com o efeito de alongar as pernas, a sandália pesada (ela sempre está de salto, raras fotos de sapatilha) para arrematar o look a camisa larguinha presa no cós da calça cria um volume leve na região do quadril, dá para ver que ela tem um formato bonito.

O que acham?

Beijos!

Sou Plus Size, e dai? Parte II

Como me prolonguei no último post resolvi dividir em partes para não ficar muito longo e chato e cansativo e, e, e...rs

Então vou tentar ser mais sucinta neste post, então vamos à foto!


Esse look é um milhão de anos luz mais ousado que o primeiro, mas vejam: tem dicas que podem se adaptar com tudo! Comecemos pelas anleboots, que são escuras como a meia calça, para criar a sensação de que a perna dela é maior e mais fina, percebem? A bota dela ainda tem um volume de franjas para mostrar que não é tudo uma coisa só, mas o fato de não mostrar pele deixa uma sensação uniforme e contínua.

A jaqueta é escura em contraponto da cor do vestido, criando as linhas verticais na frente do corpo, mas a jaqueta segue a marcação do vestido, ponto importante em qualquer look de qualquer corpo: se ela usasse uma jaqueta maior tiraria a leveza e a delicadeza do vestido e ainda aumentaria o tamanho dos quadris.

A cintura foi marcada pela amarração do vestido. Não consigo ver se ela está usando um cinto, mas seria uma boa hora de usar um cintinho fininho, para prender o vestido. Como ele é plissado e soltinho nas pontas, ela pode amarra-lo abaixo dos seios sem ficar com a circunferência maior. O que arrematou o look foi o maxi colar, moda forte na estação, que "fechou" a linha do vestido no pescoço.

E as barrinhas dobradas da jaqueta ficam uma graça e a peça é sempre uma opção de tornar o look mais sério e sóbrio, mas ainda sim com um ar jovial.

O que acham?

Beijos!

Sou Plus Size, e dai? Parte I

Acho que devemos nos acostumar com o padrão: Vivis não posta dois dias, mas quando posta faz tudo de uma vez né? rs

Para falar sobre modelos para meninas mais cheinhas eu precisava antes falar e questionar o padrão de confecção de roupas no país, para chegar em algum lugar né? E eu acho que eu queria chegar no momento em que eu mostro que existe sim possibilidades para quem é Plus Size.

Mas para qualquer possibilidade virar realidade é preciso, em primeiro lugar, se aceitar como tal. Fazendo o meu TCC, que foi sobre moda, entrevistei uma grande amiga, que é aficionada por moda e é plus size, e mesmo tendo toda a entrevista gravada, não me esqueço nunca do momento em que ela diz que hoje está muito mais preocupada em se exercitar para ser saudável, para cuidar do corpo e que a visão de beleza dela mudou muito nos últimos anos. Tinha cabeça de magra num corpo Plus Size.

O que eu aprendi com ela, com toda a experiência, foi que no fundo o importante é olhar no espelho e se sentir bem de verdade. Ver que essa é você e encontrar maneiras de se valorizar. Falando muito novamente né? rs

Dai que eu fui pesquisar algumas coisas sobre consultoria de moda para gordinhas e os sites nacionais que encontrei eram meio bizarros, pelo menos a maioria. Todos tinham mais ou menos as mesmas dicas de imagem pessoal e as fotos também, neutras, básicas, sem forma. Não é por que você não tem um corpo escultural ( e qual é o seu conceito de escultural) que você não tem um corpo bonito e com formas.

E pesquisando eu encontrei o blog da Gabi, que é gringa, logo não entendo muito o que está escrito por que meu inglês é uma merda, mas as fotos falam por si só. Selecionei algumas e vou falar sobre elas, ok?


Dei uma booa fuçada no blog e esse foi um dos looks mais básicos que encontrei. Vamos falar dele?
Primeiro: Pontos infinitos para a coragem dela em usar listras grossas horizontais. Porque? Em qualquer site e programa que você assistir esse vai ser um dos conselhos mais enfáticos que darão: listras horizontais e grossas, JAMAIS. E ela conseguiu usa-las de uma maneira tão casual, que elas nem chamam tanta atenção. E porque? Por que o blazer dela é preto, diminui o volume que as listras causariam. E as duas linhas verticais que ele cria na frente do corpo dela afinal a silhueta (sabiam?!) A calça é boyfriend, para ficar larguinha. Podemos ver que ela está confortável com essa roupa, não acham? Percebam que ela está com uma sapatilha que deixa o peito do pé beeem à mostra e a calça está dobradinha. Sabe porquê ela faz isso? Para que dê a impressão de que a perna dela é mais longa do que realmente é!

"Vivis, na hora de me vestir não vou lembrar de tudo isso" Calma, estamos fazendo um exercício. Do mesmo jeito que fazemos exercícios de raciocínio para aprender uma matéria na escola, ou faculdade, do mesmo jeito que fazemos exercícios para sermos saudáveis, ou para dietas, fazemos exercícios para aprender coisas básicas ao nos vestirmos e a primeira de todas é se olhar no espelho com crítica, mas aberta às possibilidades que vão se criando.

Não precisa copiar o look da Gabi. Não precisa ser igual. Basta ver que alguns detalhes fazem TODA a diferença.

O post ficou longo demais, por isso eu vou dar continuidade em novos posts, tá?

Aguardem!

Um beijoo

A moda é para todos.

Oi gente, sumi né?

Eu juro que eu to tentando me organizar, mas essa vida meio sem horários me faz ser uma velha preguiçosa, ando meio lenta. Cheia de ideias, contudo lenta. Enfim. Vamos ao post.

Esses dias algumas leitoras queridas comentaram sobre moda plus size e eu já tenho vontade de falar sobre o assunto desde o meu primeiro blog relacionado à moda, mas nunca reuni coisas boas o suficiente para falar do assunto e com um motivo primordial: sou esquelética. Não tenho como entender à fundo o que uma pessoa gordinha sente e passa para comprar roupas e combina-las, certo?

Bom, tenho um certo problema sim, porque sou magra demais e algumas roupas ficam horríveis, precisando quase sempre de algum ajuste especial, enfim, não estamos aqui para falar das roupas pequenas e sim das grandes. Isso por qual motivo? Por que roupas em numeração menor tem em todos os estilos, entretanto quando o assunto é plus size, as possibilidades diminuem, estou certa ou errada?

O que eu vejo, pelo menos no Brasil, é um descaso tremendo para os consumidores que não estão dentro do padrão "P, M ou G", sabe? Na numeração de roupas gringa existem até tamanhos intermediários, enquanto nós nos prendemos em três tipos (geralmente) e pior: sendo um dos países com o maior número de tipos por metro quadrado. Sim, somos baixos, altos, magros, gordos, brancos, negros, asiáticos, índios, medianos, whatever, dividindo poucas opções de tamanho e poucas opções de roupas em si, discussão que ficará para outro post.

Para quem ficou tanto tempo sem postar, estou escrevendo um big texto né? Calma, vou chegar lá.

Em algumas vezes conversando com amigas que tem esse tipo de dificuldade o que vejo principalmente é a falta de opções, a falta de modelos mais estilizados e mais dentro da moda. Normalmente a roupa para um plus size é de uma modelagem mais básica, sem forma nem estilo.

Isso me incomoda por um motivo em especial: Ser plus size, cheinho, gordo (como preferirem se chamar e se aceitarem, é claro) não quer dizer ser básico, ser "sem sal", quer dizer: sou assim, essa é minha característica, por isso preciso aceitar que hoje sou assim e viver com isso. Pronto. Mas na prática não é, a partir do momento que você entra numa loja de departamento e o tal número G cabe num M.

E acho que é por esse motivo que muitas pessoas, principalmente mulheres plus size, encontram dificuldade na hora de criar um look, não pela falta de opções que vemos nos sites, blogs e programas sobre moda, mas pela dificuldade em encontrar uma peça similar que sirva em cada uma delas.

Mesmo encontrando alguma opção de roupa, normalmente ela é cara, e normalmente é difícil de uma hora para outra começar a criar looks mais ousados e combinar com o que você já tem no guarda-roupas. Enfim, falei demais.

Eu, Vivian, acredito que a moda, antes de mais nada, é para todos e todas. Então não me venham com padrões internacionais, por que essa balela de passarela é para estilistasinho se afirmar como artista. Na hora do "vamo vê" quem deve imperar é a característica e a vontade do consumidor. Não das marcas, que vendem um ideal de vida magro e padronizado. Por isso que dou uma estrelinha de boa garota para a Levi's que criou um mesmo jeans com três versões. Cada versão se adapta a um tipo de corpo, e dentro da versão existem os tamanhos. É uma preocupação admirável em olhar para seu público e ver que existem mulheres mignon, mulheres de quadril largo, mulheres com as coxas mais grossas que a cintura, e assim por diante.

O maior problema é que o jeans perfeito é caro demais e só é um.

Quando será que a indústria têxtil brasileira vai parar para pensar assim também e produzir, como em todas as outras modas, roupas que sejam igual a sociedade brasileira: DIVERSA.



Falei demais, rs

O que vocês acham?

Beijos

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Bolsa com defeito :/

Lembram-se quando mostrei umas coisinhas novas e entre elas estava uma bolsa preta, de tachinhas redondas, que o Th me deu?

Pois bem, ela teve um defeito, ficou descosturando e ficou lá guardada, afinal eu precisava terminar o TCC, mas ai no fim de dezembro coloquei no correio para trocar. Troca aprovada, escolhi uma nova, com mínimas possibilidades de estourar!

ó!



Ela é super espaçosa e bonita. Será que dessa vez vai durar mais que duas vezes de uso?

Beijo!

Meus cintos, minha vida.

Título exagerado, eu sei.

Mas ultimamente tenho morrido horrores pelos meus cintinhos. Não tenho muitos, mas são todos lindos e apaixonantes. Também acho que são os acessórios que hoje mais dão um UP em qualquer produção. Seja para o trabalho, para a balada, para a faculdade isso não me pertence mais o cintinho é para sempre o dono do meu coração!

Estou há dias na casa do Thiago e não tenho para onde ir, não tenho porque me arrumar e quantos cintos tenho aqui comigo? Tcharan...


Três de Tachinhas. Um bege com dourado, um preto com prata e um branco com prata *_* AMO MUITO MESMO. Dai tem três de elástico, um preto, um vermelho e um azul e o novo *-*

Andando em Pirituba achei esse floridinho por R$6 e comprei, porque não tinha nenhum assim e porque eu amei, rs


Esses tempos a Nátalia, amiga e leitora, rs Mandou a foto do cintinho que ela ganhou da mãe, olha que gracinha!


Eu achei fofo :) E vocês?

Querem me mandar fotos dos seus acessórios favoritos também?

Então escreva para o contato@pitadadeestilo.com e apareça no blog!

Beiiijos

Eu e o meu problema com sapatos.

Sim, eu tenho problemas com sapatos.

Meu nome é Vivian e eu sou uma sapatomaníaca.

Juro que não faço sem consciência, mas se a oportunidade é boa não penso duas vezes! Esses dias minha sogra está de férias e eu virei sua assistente/braço direito para todas as coisas que ela resolveu fazer. Então eu bati MUITA perna nos últimos dias, e em meio a muitas e muitas lojas, quando eu pousei minha nave na Drastosa não resisti aos tênis BARATÍSSIMOS que estavam lá, dando piscadinhas para mim.

Tem uma sessão de sapatos de 2ª qualidade, tinha tênis, sapatilha, uma gracinha (da Nike mesmo) fora toda a infinidade de coisas legais com preço bom. Camisa do Barcelona por R$49,90, camisa do Corinthians por R$29,90, gente, é MUITO barato perto do preço que essas peças têm, quando vendidas em shopping.

Enfim.

Vejam minha nova aquisição :)





Custou R$69,90 (mas tenho desconto, então ficou menos) E fiquei satisfeita, afinal gosto muito de tênis, ele ficou fofo no pé, apesar do estilão pesado e rústico de ser, esse é o meu tênis Lincoln Burrows, Nerds entenderão, HAHAHAHAHAHA se não, dá um google nele *-*

E eu estava bem com ele e com todos os meus outros sapatos. Dai a minha sogra chegou em casa com um sapato novo na sacola. A história. Ela comprou um sapato na Célia Milani para a mãe dela, que não gostou e foi trocar, que não gostou de nada e trocou num sapato para mim, e quando der eu pago. Então se essa é a condição, beleza. HEHEHE

O que a sogra escolheu era lindo, uma coisa linda de verão, total in. Mas ficou apertado. Aquele velho problema de formato. Então fui lá trocar, e achei esse aqui.



Como eu vou usar o laço!

Como é de verdade, rs



Eu achei ele fofinho e neutro. Acreditem se quiserem, não tinha nenhuma sapatilha preta, neutra, simples. Tudo sapato claro, estampado e chamativo. Eu ainda fiquei querendo uma anabella espadrille, mas fica para uma próxima!

E assim eu vou aumentando minha linda coleção de sapatos! Será que no final de 2012 eu terei dobrado esse número? Ou triplicado?

E vocês? Compraram algum sapato novo?

Manda a foto para contato@pitadadeestilo.com e conta tudo: quanto foi, onde comprou, porque decidiu comprar!!!!

*-* beijinho

Minha pele :)

Eu sei, Eu sei. Eu sumi.

Na verdade eu não consegui postar por que os posts que programei para os últimos dias eram tutoriais em vídeo e não consegui posta-los ainda. Culpa do Youtube.

Mas o assunto de hoje não é lamúria. É minha pele. Estava assistindo um vídeo esses dias de uma blogueira fazendo a necessaire que ela ia levar para uma viagem de 4 dias na praia e fiquei embasbacada pela quantidade de produtos que ela NÃO podia DEIXAR de levar. Claro, cada um com seu cuidado cosmético, mas sei lá, não consigo me ver usando TUDO aquilo com a rotina que ela disse que usa. Enfim.

Daí que fuçando no meu note, à toa, sonolenta até. Ficar em casa pode ser tedioso. Voltando, rs Encontrei uma foto que tirei tem alguns meses da minha testa. Lembro que não faz muito tempo que tirei, e lembro que tirei para fazer um post sobre as malditas que insistiam em ficar lá na minha testa. As espinhas.

A minha pele é mista. A região T é muito oleosa em dias quentes, mas basta um bom dia de trabalho para ela ficar bem suja e oleosa. É nojento mostrar, mas como todas nós (ou pelo menos as normais) já tivemos espinhas, vamos fazer cara de nojo mentalmente, mas nada de constranger a Vivis, plis!


Gente, juro, tenho até depressão de ver essa foto. OLHA ISSO QUE HORRÍVEL.

E eu passava secante de espinha, base hidratante para diminuir e nada funcionava. E pior que não interessava a época, o clima, lá estavam elas, mesmo meus hormônios sendo controladíssimos, hein.

Mas um dia, fuçando por fuçar a revista da Avon, vi que os demais produtinhos da linha Clearskin estavam baratinhos. Mesmo tendo MUITO medo de qualquer coisa que se passa no rosto, porque para mim tudo arde e queima, resolvi comprar. Pedi a base hidratante com filtro solar, um gel de limpeza e um tônico. Os dois que eu mais temia vieram e a base não. Então tive que me aventurar neles mesmo assim.

E o resultado foi?


Registrando que fazem alguns dias que não tenho cuidado ALGUM de beleza. Mas vejam o poder de uma boa limpeza. Todos os dias eu chegava da Rua Vergueiro, um dos ápices da poluição de SP, e me contentava em lavar a pele com o sabonete no banho, no máximo com um esfioliador, mas o meu maior problema SEMPRE foi a questão da limpeza profunda.

Eu gosto desses dois produtos porque são BEM baratinhos (não passam de R$14 na revista, mas sempre vem por R$7) e eles deixam a pele leve, aberta. Parece que ela está até absorvendo mais oxigênio, estranho, eu sei, rs




O tônico é uma aguinha bem levinha e refrescante, dá para sentir que limpa muito.

Quando eu li "Gel de limpeza" logo pensei : pele ressecada ever. Nopes. Ledo engano, rs Ele é tipo um sabonete líquido, tem nada de gel. O cheirinho é suave e quando você joga água vira um monte de sabão, por isso que eu prefiro fazer na hora do banho, se não demora muito para tirar toda aquela espuma!

O tônico é indicado para usar mais de uma vez por dia, e eu também achei que iria ressecar a pele, mas nem resseca e eu me sinto mais levinha, muito bom, super indico! Então eu aprendi a lição e vi que não preciso usar UM MILHÃO de cosméticos, só os produtos certos!

E vocês, o que usam para exterminar essas horrorosas?

Beiiijos

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Look Inspiration! #1

Oi pessoal!

Tudo bom? Estava lendo a revista Gloss, que comprei esses dias passando no caixa do mercado, e comecei a ter algumas ideias para o blog. A primeira que trouxe para o Pitada é o Look Inspiration, mas calma, não vai ser  nenhum apanhadão de fotos que eu achei na net para vocês olharem.

NÃÃÃO! Muito pelo contrário, vou tentar mostrar para vocês como é fácil (ou nem tanto) reproduzir um look que você vê na TV, na Internet, numa revista... Acho que vai ser divertido!

Então vamos ao primeiro look! Uma das propagandas da revista é uma mocinha com um estilinho Gipsy (estilo puxado pro ripongo) e na hora que eu bati o olho nas roupas vi que tinha peças similares e que era possível fazer também.

Vejam!


Por enquanto vamos tentar fazer nosso estilinho inspirado em outros parecidos, tá? Depois a gente vai tentar ousar mais, mas só depois! Dai que eu fiz o meu, ó!



Fiz a pose dela, UAHSUASHAUSASHAUSAS mas tem um motivo: falta de maquiagem, muitas olheiras, muitas olheiras! Eu particularmente não gosto de headbands, então preferi trocar por uma flor, ó


Curto muito mais! E eu acho que ficou super usável, ainda mais para o mega calor que tem feito ultimamente. Nos pés eu usaria uma rasteirinha, uma havaianas e até mesmo uma sapatilha!

Não prestem atenção em minhas pernas finas, rs

E ai, gostaram? Quem vai tentar?

Beiiijos

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Na hora de viajar, o que levar na mala?

Hora de viajar é de se divertir e? ARRUMAR AS MALAS!


Bem gente,

Em julho do ano passado fiz uma viagem à trabalho para Goiânia e lá fiquei uma semana na pura e árdua labuta. Dividi o quarto com duas amigas queridas, a Thati e a Pati, e cada uma delas levou uma daquelas malas que cabe tanta coisa que você conseguiria ficar um mês fora de casa brincando.

Já eu levei uma mochila que não passou dos 9kg e uma outra com o notebook, uma blusa e uma toalha. Até eu me impressionei, levando em consideração que sou toda chata com vestimenta e afins, né? E não só nessa, mas em outras viagens, aprendi a levar sempre o necessário, não só por economia de espaço e bagunça. Principalmente por causa do peso, afinal sou fraquinha e não aguento muito peso não.

Algumas questões podem ajudar na hora de fazer a mala!

Qual o clima do lugar onde vou?





Claro que você sabe isso, mas é bom sempre se garantir né? Se for MUITO quente, roupa leve, MUITO frio, roupas quentes, pesadas. Ok. Mas não é só isso. Você vai para uma cidade? Para uma pousada? Vai passear em outros municípios da região? Ou não vai sair do hotel? Vivis, não tenho como planejar isso. Então leve em consideração essa possibilidade. Em Itu eu fiquei três dias, então levei uma opção de roupa para sair durante o dia, pois sabia que não havia a possibilidade de sair à noite.

Quantas peças devo levar?


O mínimo possível. Planeje seus looks com antecedência e leve roupas que combinem entre si (lembrem que isso é fundamental em qualquer guarda-roupa) e escolha sempre de acordo com quantos dias vai ficar, por exemplo, leve duas blusinhas para cada dia de estadia, no máximo. O que eu faço? Sempre levo uma para cada dia e 3 reservas (para viagens breves). Pensando que vou usa-las o dia inteiro e trocar apenas no final do dia. E uma coisa IMPORTANTÍSSIMA: não necessariamente porque você usou que está sujo. Se você colocou uma blusinha no final da noite, após o banho, ou usou uma bermudinha só para ir até a piscina e subiu para o quarto de toalha/saída de praia a peça ainda é usável. Outro ponto importante de se pensar é: o que suja com mais facilidade? blusinha, que ocupa um espaço menor, comparado ao espaço que jeans ocupa na mala.

Vou tomar como base a minha última viagem e o que levei. Cheguei no Camping Carrion quinta às 17h, e fui embora domingo às 16:40h. Levei 5 blusinhas, uma macaquinho estampado (ele aparece nessa postagem aqui) uma bermudinha jeans, uma calça jeans, uma saia jeans, uma sainha saída de praia, uma legging, um pijama, três biquinis, uma chinelinha da Melissa e o Keds de couro (tirando as miudezas e produtos de higiene que falarei mais abaixo). Eu acho pouco, na verdade suficiente e ainda tiveram coisas que eu não usei: como a calça jeans (prevenção contra uma virada no tempo e um frio repentino), a saia jeans e uma blusinha.

O que é necessário levar na minha frasqueira?





O básico. Shampoo e Condicionador, sabonete, desodorantes, escova e creme dental, pente, hidratante, protetor solar, pós-sol e repelente (sempre bom). De maquiagem   é bom levar o simples para uma make rápida e natural, sol combina com o natural. E levando em consideração o que disse acima: pense nos lugares que você vai. Se tiver uma mega balada no lugar leve makes estratégicas, como um Duo de sombras escuro, um blush mais rosado, um batom presença e um vidrinho de perfume pequeno. Em comprei frasquinhos em uma perfumaria que são pequenos e super práticos! Se o lugar que você for tiver serviço de quarto e afins, vai ter roupinha de cama e toalhinha limpa todos os dias. Se você tiver de levar pense em duas toalhas, uma de piscina e uma de banho, um lençol, um edredon e um travesseiro. Gente, em casa a gente fica uma semana com a roupa de cama, então nada de exagerar, né?

O que mais é bom levar?





Algum acessório. Um colar que combine com os looks, uma pulseira bacana. Alguns pares de brincos para quem usar, um cintinho bonito, óculos de sol. Também é bom levar uma farmacinha de prevenção com remédio para dor, para uma possível gripe que possa aparecer no role (sempre acontece comigo), remédio para dor de cabeça e é bom levar um para indigestão. Dipirona, cimegripe, Neosaldina, Vick e Eno sempre estão na minha malinha de viagem. E sempre levo um rolo de papel higiênico extra, porque se acaba eles querem meter a faca.

Na hora de arrumar tudo...

Dobre bem, não deixei de um jeito amarrotado dentro da bolsa! Organize e preencha bem os espaços da sua bolsa. Encaixe as peças do quebra-cabeça. Tenha uma bolsinha para usar como frasqueira, melhor não colocar esses potes com produtos cremosos com suas roupas. Estourou, vazou, já era. Roupas melecadas.

Gente: Pouca coisa é igual a resolver o look mais rápido e ter mais tempo para aproveitar as férias!!!!


E o que vocês costumam levar?

Viagem e planos.

Gente,
Que descaso o meu com o meu blogzinho lindo não é?
Sai para viajar e não postei nada nos últimos dias. Nem sobre mala, nem nada. Então vou ter de correr atrás do tempo perdido!

Vou falar um pouco da minha viagem. Fui para Itu, num camping/pousada que tem lá e é super agradável. Fomos em vários amigos e num geral foi boa, tirando diversos capítulos especiais, que dariam uma minissérie da Globo, mas o que mais gostei foi da visita ao Centro Histórico da cidade, afinal não é a primeira vez que vou para o Minsaboa (apelido que os amigos do Th deram quando foram da primeira vez) e provável que não será a  última, rs Então fomos lá conhecer mais sobre nosso refúgio favorito.

Fiquei apaixonada pela praça pacata com construções antigas, muito fofa e interiorana, mas virando uma ruazinha cai numa avenida que mais parecia a nossa Rua 12 de outubro - LOTADA DE GENTE - mas ainda sim agradável.

E sim, as coisas são grandes, olha!



Coisas grandes de verdade! HAHAHAHAHAHAHAHAHA

Olha a igrejinha e o orelhão!



Os looks da viagem ficaram por conta do clima mais despojado o possível e com o menor número de bagagem possível. Sim, isso acontece, isso pode ser verdade! E posso mostrar como faço a minha mala e o que sempre escolho levar!

Sobre a cidade, eu recomendo uma visita. Fica uns 20km depois do camping, mas é super agradável, tem coisas legais e MUITA história. Visitei o Museu Republicano, fundado pelo presidente Washington Luis, que é pura ryqueza, pena não poder fotografar :/

Itu é loucura, curtição e cultura!

Vamo lá gente!

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Comprinhas *-* - BRÁÁÁS minha geeenteeee

To loca.

Isso resume minhas comprinhas que fiz no Brás hoje. Fui lá com outro objetivo: comprar cortina com a sogris. Impossível ir lá e não comprar uma coisinha sequer. rs

Quem quer ver, chorar no cantinho e se apaixonar comigo?

Vestido Rodado

Apaixonante. Estava andando pelas ruas praticamente desertas do Brás, quando passei em frente a uma lojinha, dessas bem perdidas, que nem estrutura de loja tem, mas muito comum lá. O vendedor brincou sobre o vestido e nos interessamos. Experimentar só por cima da roupa e sem espelho, confiando no gosto crítico da sogra. Ficou bom? Vou levar. Quanto? R$15. Pasmem. Tem bastante tecido, é uma malha misturada com algodão, que imita o tão falado Laise, mas não chega a ser um desses tecidos podres que a gente vê em roupa barata.






Vestido Preto


Talvez esse tenha sido o senhor achado do dia. Tem uns detalhes fofos nas alças, de renda e strass, e custou? R$10 *-*





Gente, ele é de malha e é muito fofo!

Blusinha 


Ela também foi R$10 e é uma fofurinha, vejam



De um lado ela tem essa porção de laços e do outro um pedacinho de tecido jogadinho, muito lindinha!

Macaquinho Tomara que não caia


Essa gracinha eu comprei na mesma lojinha que o vestido e a blusinha preta, e levei no impulso, mas com uma razão: eu iria me arrepender depois se não levasse. E o cintinho, o cintinho minha genteeee! Preço? R$30.





Camisa Xadrez Barreds


Esse achado foi o máximo. O debulho do delírio. HAHAHAHAHAHA Uma camisa xadrez, manga longa, da Barreds, por R$20, sim, acreditem. Acho que é de coleção passada, e vende numa loja chamada Scopino, que tem muita roupinha bonita. Tinha um shorts com efeito de couro, que ia ficar lindo com meu Keds e ótimo para uma baladinha, mas logo terei um para mim. Preferi não comprar ainda. Sei que essa loja eu valorizei!




Geeente, é de toalha de mesaaaaaaaaa!!!!

Que amoooor!

Saldo da compra

5 peças
Investimento: R$85 *--------------*

E aí, quem quer me acompanhar na próxima empreitada? Se quiser eu vou com vocês para ajudar e por pura diversããão! 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...