sexta-feira, 5 de agosto de 2016

CARTA ABERTA ÀS MULHERES DA MINHA VIDA

ilustração de Januz Miralles
Meu bem, não se acaba com ditaduras, começando outras.

Quando você sentir que deve, e se sentir segura para tomar as suas decisões, tome-as.
Não deixe nunca que lhe digam os caminhos que deve seguir. Nem sempre devemos ouvir o que os outros têm a nos dizer e pouquíssimas vezes devemos nos importar com suas opiniões.

Vai e escolhe a cor da sua roupa e o tamanho da sua saia. Não ligue se disserem que você não deve, se você achar que deve, é o bastante. Quando quiser alisar seus cabelos, tingi-los, cacheá-los, raspá-los com a máquina zero, lembre-se: você é linda do jeito que escolher ser. Não tem problema não seguir o movimento.

Ah! Seguir o movimento...Você é tão mais incrível quando é independente! E não precisa se proclamar independente, nós duas sabemos que você é. Toda vez que se sentir desconfortável, reverta a situação. Você é boa demais para se sentir desconfortável dentro de si própria. Não tenha medo nunca de colocar suas insatisfações para fora, sejam elas com o outro, ou consigo própria.

Se olhe no espelho com olhos amorosos, tenha ternura a falar de si própria, você merece. Se aqueles quilinhos a mais estiverem te incomodando de verdade, sinta-se à vontade para escolher a melhor forma de perdê-los: dançando, correndo, lutando. Mas presta atenção: só se você sentir que é o momento, ok? Se você se ama e se aceita do jeito que você é, eu também te amo e te aceito do jeito que você é e vou te apoiar cegamente a seguir o caminho que escolher. 

Ninguém vai ter o direito de dizer que você está traindo o movimento, ou que você é menos mulher, ou que você é acomodada, ou qualquer coisa do gênero. Você tem o direito de ser como é, do jeito que escolher ser.

Mas também imploro, olhe para o lado com zelo. Dói quando vejo uma mulher tão incrível, julgando outra mulher tão incrível quanto, sem conhecer os detalhes de sua vida. Nós temos uma mania de competição tão idiota. E dessa mania surge a necessidade de julgar. Julgar a roupa, a noção de estilo, o cabelo, a maquiagem, a postura, o palavreado, o corpo.

E nós sempre julgamos com superioridade, já percebeu? Sempre achamos que somos melhores que nossos alvos. Depois de um tempo convivendo com mulheres tão incríveis e diversas, inclusive você, concluí: somos são maiores do que isso.

Já pensou que às vezes aquela roupa, que estamos achando horrorosa, faz aquela mina se sentir a pessoa mais excepcional do universo? (e que a noção de estilo dela deve ser respeitada?).

Já pensou que aquela mina admira quem passa pela transição capilar, mas que se sente mais feliz com o cabelo alisado e com luzes californianas? (e que isso não a faz menos mulher por não "se assumir" como é?).

Já pensou que aquela mina gorda é saudável pra caramba e ela se exercita para se sentir bem? (e não pra ser magra, como todo mundo espera?).

Já pensou que aquela mina negra sofreu racismo pra caramba e ela não precisa de mais o nosso racismo? (e sim de espaço para falar de suas lutas e oportunidades para crescer?).

Já pensou que aquela mina não é uma vadia por ir ao bar, balada, beber, curtir uma bagunça e se relacionar de forma casual? (e que ela tem o direito de ser assim enquanto sentir que deve ser assim?).

Tem tantas coisas que eu queria te dizer... Não me leve à mal, tá? Eu só queria te lembrar dessas pequenas coisas, que quando entramos no automático, esquecemos por completo! O que seria de nós, se não cuidarmos umas das outras, não é mesmo?

Toda vez que você se sentir pequena, vem aqui e lembra disso: Você é maravilhosa e livre para ser a mulher que bem entender ser. Não esquece, tá? 




domingo, 3 de julho de 2016

COMO USAR TÊNIS DE CANO ALTO NO TRABALHO

Quem me acompanha lá pelo instagram (não segue ainda? É @vivisfroes) sabe que eu posto meus looks diariamente e todos são looks de trabalho. Apesar de trabalhar numa agência de comunicação e ter uma certa liberdade para me vestir, eu sei que muuuuuitas pessoas gostariam de incorporar mais os tênis de cano alto em seus dias, mas que muitas vezes não sabem como montar visuais que sejam formais na medida certa.

Então, como eu sou uma usuária ferrenha de tênis todos os dias eu resolvi montar um "mini guia" de como usar tênis de cano longo para trabalhar. Dessa forma mais pessoas vão aproveitar a maravilhosidade que é unir conforto e estilo para trabalhar!

Eu sei que muitos empregos não permitem o uso de calçados casuais e eu fico hiper triste com isso, afinal não é um sapato ou um salto que nos fazem mais qualificados, né? Mas para vocês que podem usar tênis no local de trabalho ou têm sextas casuais na empresa, esse guia é para vocês!

Em primeiro lugar, acho que TODO guia de estilo deveria começar uma única regra: moda e estilo servem para passar mensagens não verbais sobre quem nós somos. Elas se tratam sobre a NOSSA essência e sobre quem somos e almejamos ser. Eu não posso chegar aqui e dizer: você PRECISA combinar esse tênis com essa calça, porque cada um de nós é um amontoado de referências e experiências e é daí que devemos tirar nossos significados. Acho que a principal função de um guia é dar uma direção de quais caminhos funcionam e da quantidade de possibilidades que nós temos quando nos permitimos criar.

Dito todo esse mantra da personalidade e amor próprio, acho que podemos começar!

1 - MESCLAR ESTILOS 

Se tem uma coisa que a popularização dos tênis trouxe foi a aceitação de que eles ficam bem com qualquer tipo de roupa e que cabem em qualquer tipo de situação, só precisamos saber como usá-los. A forma mais clássica de usar tênis no ambiente de trabalho é mesclar o calçado casual com peças clássicas e formais. O tênis quebra o estilo "alinhado" demais do look e deixa um ar moderno e despojado ao look, bem coisa de blogueira famosa mesmo!

Na prática: Camisa Branca Fina, Jeans Skinny e Tênis Reebok.


2 - BLAZER 

Se tem uma peça que sempre deixa o look com ares de adulto e arrumado, essa peça é o blazer. Eu não tenho um estilo clássico/formal, mas tenho um blazer preto no armário porque ele é uma das peças essenciais no armário de qualquer pessoa. Em algum momento da vida você vai precisar de um, pode ter certeza.

Inclusive, no terceiro colegial eu tinha um blazer roxo, com uma flor bordada no braço, era maravilhoso. Usava diariamente e fazia sobreposições com blusas de moletom e tênis de cano alto. Sempre fica bonito e incomum, vale tentar.

Na prática: Blazer Preto, T-shirt ou Camisa Branca e Tênis Adidas Cano Alto.


3 - VESTIDOS E SAIAS

Eu brinco que sou piriguete, pois eu AMO saias e vestidos, principalmente os justos e curtos. Acho lindos e que, se misturados com as peças certas, ficam estilosos e nem um pouco vulgares. O tênis, de cano alto ou não, quebra a sensualidade das peças curtas e justas, deixando com um toque mais divertido e leve.

Na prática: Vestido de festa e Tênis Vans.


4 – BÁSICO COM EMOÇÃO

Antes eu era muito muito básica. Mas era aquele básico sem graça, sabe? Então eu comecei a compor os looks básicos com acessórios e sobreposições, para transformar o básico com um pouco mais de emoção e estilo. A composição vai ficando mais interessante quando entra um brinco bonito, um cinto ou lenço interessantes, até mesmo uma jaqueta com as manguinhas arregaçadas e uma bolsa divertida.

Na prática: T-shirt Branca, Jeans Azul e Tênis Reebok


Aqui vão algumas imagens "da vida real" que eu posto lá no instagram!




Espero que tenham gostado e se joguem MUITO nos tênis de cano alto! <3


Um beijão


segunda-feira, 20 de junho de 2016

TOP 3: MÚSICAS QUE OUÇO TODO SANTO DIA E NUNCA ENJOO

Todo mundo tem aquela música favorita, que pode tocar infinitas vezes durante o dia, independente do dia, da hora, do lugar e que nunca vai enjoar. Mentira? Não né! Eu sempre falo das minhas, posto no facebook, uso trechos delas nas minhas fotos, me divirto com elas no snapchat (segue lá, é vivisfroes também!). E eu SEMPRE digo "nossa, essa música tá no meu top3 de músicas que eu nunca enjoo.

Então eu pensei aqui com os meus botões e já passou da hora de contar quais são as minhas músicas favoritas da VIDA. Obviamente que eu, como uma pessoa das humanas, sou muito ligada em músicas, sons, vídeos, e tenho uma infinita lista de artistas que eu gosto e acompanho (aliás, vem post sobre isso por aí, hein!), porém existem três músicas que sempre mexem comigo e que eu nunca canso delas. Ficou curios@ para saber quais são? Vamos lá!

3 º LUGAR - Mirrors - Justin Timberlake

Essa música está na minha playlist há mais tempo que eu possa me recordar e, apesar de amar muito mais algumas outras músicas do Justin, eu simplesmente nunca enjoo dessa. Não sei se é o ritmo, a voz do cantor, não faço ideia do que seja. Eu só continuo curtindo e curtindo como se fossem as primeiras vezes que a ouvi. Quem constatou que eu não enjoava dela foi o Th, que sempre me via escutando ela e curtindo MUITO, sem nem perceber que ela estava sempre nas minhas playlists.

Sem contar que esse moço, Sr Justin Timberlake, é um poço de perdição, né não? Então vem cá ouvir um pouquinho desse amô:



2 º LUGAR - Locked Out Of Heaven - Bruno Mars

Taí uma música que me faz pirar TODA vez! Essa eu preciso me segurar para não sair cantando e pulando no meio do trabalho, ou na rua! A letra, o ritmo, a voz do Bruno. Eu morro toda vez e ela nunca fica ruim. Sabe quando você pensa "nossa, não vou ouvir muito essa música" com medo de enjoar? Eu nunca senti isso com ela. Acho que nem nunca vou sentir. Ela simplesmente faz com que eu me sinta infinita. Eu sempre quero apertar o repeat e cantar com toda a minha força. Amo quando uma música causa isso em mim, parece que passa por todo o meu corpo! Conhecem esse sentimento?

Se não conhecem, experimentem se desligar do mundo por alguns poucos minutos:


1 º LUGAR - Stupid Me - Magic!

PARA TUDO! Essa é a música que quanto mais eu ouço, mais quero ouvir e que quanto mais eu ouço, mais eu amo! Há alguns meses comecei a ouvir mais da banda Magic! e fiquei simplesmente viciada no trabalho deles, até que em janeiro desse ano fui no show deles e confirmei: era amor verdadeiro. Stupid Me é aquile tipo de música que já começa agitada, mas que vai crescendo e te preenchendo por inteiro a cada nota. E a letra é ótima. Eu entendo como uma grande lição de amor próprio, afinal apesar de tudo no final da música a conclusão é: Stupid You e não Stupid Me. Ela é tão incrível que eu mal consigo descrevê-la de uma formal racional. Nunca ouviu essa música??

Então acho melhor você dar o play AGORA e sentir isso que estou dizendo:


Eu tenho mais uma porção de músicas que eu poderia escutar o dia inteiro sem enjoar, mas essas três são definitivamente o emu TOP3! Eu sempre me sinto animada, feliz e infinita escutando elas. Além de sempre pagar mico na rua, dançando e cantando em voz alta. Alguém aí faz a mesma coisa??

Me contem se vocês também têm músicas favoritas da VIDA! Vou amar saber!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...